Tupynambás Futebol Clube

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Tupynambás Futebol Clube
Escudo do Tupynambás.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Outro Tupi Futebol Clube
Origem link={{{3}}} Minas Gerais - Juízo de Fora
Apelidos Beta
Torcedores Beta
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote gatinho
Torcedor Ilustre
Estádio Ele Não
Capacidade 31.000
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png Euller, filho do vento
Patrocinador Time pequeno sempre tem mil patrocinadores foleiros
Time
Material Esportivo Torpe
Liga Campeonato Mineiro
Divisão Módulo I, Módulo II, fica trocando, as vezes fica falido e some
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Tupynambás Futebol Clube é um daqueles times de futebol mineiro que consegue a proeza de ter longa e curta duração ao mesmo tempo, porque embora tenha mais de 100 anos de história, já faliu tantas vezes que na prática o time teve apenas várias curtas durações, por isso na média a cada 2 anos de atividades o Tupynambás tem 20 anos de inatividade. É considerado a segunda força futebolística da cidade de Judge from Outside, cidade localizada no enclave carioca no estado de Minas Gerais. Tem como grande rival o Tupi FC, contra quem faz o clássico tutu de feijão e sempre perde (e quando ganha é porque não está valendo nada a partida), como não ganha do maior rival a sua única alegria é ser melhor que o Sport Club Juiz de Fora, que já é falido e nem joga mais.

História[editar]

Fundação[editar]

Fundado em 1911, 1 ano antes do Tupi FC, o Tupynambás é um dos raros casos no mundo em que o original se torna pior que a cópia, porque desde sempre vai ter que se contentar com o posto de segundo melhor time da cidade de Judge from Outside. Como o clube reúne mais falências e desativações do que títulos, falar de sua história é um tanto difícil, porque sempre que vamos investigar o que o Tupynambás estava fazendo no passado, ele na maior parte das vezes apenas está falido e inativo.

Vice mineiro[editar]

O mais longe que o time foi num estadual foi no longínquo 1934, quando foi um vice para o Villa Nova. Não conseguiu repetir o mesmo feito porque no ano seguinte já estava falido e sumido.

Ioiô da falência[editar]

De 1940 a 1990 o Tupynambás esteve num momento de sua história denominado "ioiô da falência". Todos sabem que "times ioiô" são aqueles que rebaixam a todo momento mas que também sobem de divisão a todo momento, mas o Tupynambás levou essa definição além, pois apenas rebaixar parecia pouco, sempre que chegava numa primeira divisão estadual (ou as vezes nem isso, só o Modulo II mesmo), já falia para alguns anos depois retornar na última divisão, e assim por diante. Isso contribuiu para que o clube se tornasse um completo desconhecido.

Projeto Manchester[editar]

Em 1995 a decisão mais burra foi tomada, o Tupi, Tupynambás e Sport, os três times de Judge from Outside se fundiram e criaram o Manchester Juiz de Fora. Quando você funde três times horríveis, o resultado só pode ser um, 3 vitórias, 10 empates, 9 derrotas e a lanterna do estadual. A imprensa mineira, aliás, não entendeu muito o que diabos era aquela projeto, continuaram chamando o time de Tupi, porque de Manchester não parecia nada, e após o rebaixamento o projeto foi cancelado.

Retorno ao futebol e Série D[editar]

Após a 50º falência, em 2016 voltou às atividades de novo, e como sempre fez no passado, foi subindo de divisão devagarzinho, até reestrear na elite estadual em 2019. Apesar da campanha pífia com muitas derrotas, inclusive goleadas e a conquista de apenas 11 pontos após 11 jogos, ficando a apenas 1 ponto do rebaixado Guarani de Divinópolis que rebaixou com 10 pontos, o Tupynambás pode jogar a fase mata-mata mesmo assim, só perder facilmente por 3x1 para o Atlético Mineiro. E aí como tem muito time mineiro na Série C, o Tupynambás ganhou a vaga na Série D de 2020.

Títulos[editar]