Turmion Kätilöt

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Turmion Kätilöt
Turmionkatilot2.jpg
Mais uma banda que faz corpse paint, só que com sangue de veado.
Origem Algum portal para o inferno
País Bandeira da Finlândia Finlândia, pra variar...
Período Século XXI
Gênero(s) Heavy metal, techno metal, pseudosatanic metal e até gemidão metal
Gravadora(s) Nuclear Blast atualmente, Osasto-A para sempre em seus corações
Integrante(s) Ver seção abaixo, folgado!
Ex-integrante(s) DJ Vastapallo, Spellgoth e um tal de Plastinen que sequer foi citado.
Site oficial http://www.turmionkatilot.com Joga no google, mermão!

Cquote1.svg Pop e comercial! Cquote2.svg
Slayer sobre Turmion Kätilöt.
Cquote1.svg É verdade. Quer dizer, às vezes não. Cquote2.svg
Dráuzio Varella sobre citação acima.

Turmion Kätilöt é uma banda finlandesa de metal (outra, né) industrial pseudosatanista que combina black metal hipotético, sadomasoquismo e dorgas para criar cortinas de fumaça para a chegada do Anticristo disfarçadas de músicas totalmente excelentes. Foi fundada no amaldiçoado ano de 2003 e seu nome significa parteiras da ruína (ou da perdição), comprovando que eles realmente vieram pra parir o Anticristo, tanto é que um dos logos da banda é o feto dele, para desespero dos conservadores pró-vida.

Fundação[editar]

Tudo começou quando um MC conheceu um DJ. Por mais que isso seja bizarro de acontecer fora do Brasil ou dos Estados Unidos, ou pior, de não acontecer no meio hip hop, ou no funkeiro, ou entre traficantes, mas sim numa banda de gothic metal, SIM, isso aconteceu. Petja Turunen, que não é irmão da Tarja Turunen (mas bem que seria maneiro se fosse), e Late Kauppinen, que não é cachorro não, se conheceram na falecida Ancient Drive, e como a armadura de bronze de fênix, a banda renasceu das cinzas e mudou de nome para esquecer o passado de fumar na infância, beber café de qualidade duvidosa, tentar invocar Cthulhu e outras coisas que góticos fazem (pelo menos os de South Park).

Nesse processinho, Petja digivolveu para MC Raaka Pee e Late para DJ Vastapallo. Conforme aprendemos em Todo Mundo Odeia o Chris, os DJs lidam com os instrumentos e as mixagens, enquanto os MCs falam merda aleatória e interagem com a galera, logo, Raaka Pee seria o vocalista e Vastapallo, o guitarrista, bem clichê se comparar com o Metallica, em que o baterista é quem ajudou a fundar o grupo. Já que estava tudo certinho no cartório, era hora de contratar o resto da banda: assim chegaram Hannu Voutilainen, Janne Tolsa, Antero Seppänen e Tuomas Rytkönen, só nome bonito, impressionante... Como o resto do planeta teria dificuldade extrema em ler e pronunciar tais nomes, eles viraram Master Bates Motel, RunQ, DQ e Spellgoth parece que alguém ainda é gótico, o baixista, o tecladista, o baterista e o segundo vocalista, respectivamente.

Trajetória[editar]

Logo alternativo da banda.

A banda lançou dois álbuns e um EP (vulgo: álbum anão), sendo que os dois últimos foram com uma gravadora chamada "fazendeiro de coluna vertebral" (Spinefarm Records). Antes do terceiro álbum, eles ficaram de mal e pararam de falar um com o outro, pois o Turmion não tinha mais sentimentos românticos pela gravadora, que deu um chilique e ameaçou amaldiçoar todo o mundo que fazia parte do grupo, então a banda contratou o advogado do Diabo para processá-la. Eles lançaram o single do terceiro álbum completamente emburrados, mas após um piquenique na floresta em que sacrificaram um urso ao Deus Metal e o comeram com salada de couve com morango, eles fizeram as pazes e lançaram o terceiro e último álbum com aquela corja.

Turmion Kätilöt sendo homenageado publicamente por Barack Obama.

Em 2009, Vastapallo pediu pra sair da banda, o que certamente seria trágico, afinal, banda de metal sem guitarra é como letra de sertanejo sem saudade da morena ou sobre a vida no campo, ou seja, sertanejo universitário. Para evitar que invocassem um Satanás raivoso com um som merda, eles tinham de contratar outro guitarrista, e o escolhido foi Miikka Närhi, filho do Undertaker com a Courtney Love[carece de fontes], por isso foi batizado como Bobby Undertaker. O calendário maia esqueceu de colocar que Raaka Pee teria um AVC e isso iria colocar o futuro da banda em xeque, mas como o mundo não acabou, para desespero da produção do filme 2012 e do Papai Noel, que matou e comeu as renas, Petja voltou ao "normal" e a banda anunciou outro álbum, o segundo na nova gravadora.

Por causas, motivos, razões e circunstâncias que não valem nosso interesse (ou não), Spellgoth também arregou dos vocais, mas quis continuar como designer gráfico porque adorava fazer arte conceitual de necrofilia sadomasoquista. Eles precisavam de outro vocalista? Não se sabe, mal dava pra saber a diferença de um para outro, então foram procurar justamente alguém que tivesse uma voz diferente e aí chegou o chupa meu Saku Solin, ou Shaq-U, que mostrou sua voz não-genérica no último álbum da gravadora. A pandemia de COVID-19 não impediu nenhuma banda fodástica de metal de fazer álbum novo e com o Turmion não foi diferente: eles lançaram o primeiro álbum com a Nuclear Blast, a mesma do Slayer, do Sepultura e do Sabaton.

Membros[editar]

A lá o fetinho no canto direito!

Álbuns[editar]

Só tem gente bonita nesse grupo...