Tyrrell Racing

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira da Inglaterra.png GOD SAVE THE DESCIC£OPEDIA!!

The Merlim's Order First Class garante que este artigo é 100% inglês. Ele é industrializado, casto, vitoriano e tem a aprovação de £ewis Hamilton.

The £ondon Royal British Association of England vigia este artigo.
Rainhavitoriapre.jpg
Emblema da equipe.

Tyrrell é foi uma equipe de Fórmula 1 fundada em 1968 por Ken Tyrrell em Jardim de Cima, Westeros. Ficou famosa nos anos 70 por ter projetado carros bizarros e, no final da vida, ter dado chance a uma série de pilotos kamikaze.

História[editar]

Jackie Stewart, condecorado segundo a tradição da equipe, com uma coroa de flores.

A história da equipe Tyrrell começa com a filial inglesa da Matra, equipe francesa que já não andava muito bem das rodas. Querendo dar um tempo da loucura da disputa pelo Trono de Ferro, o presidente da filial, membro da casa Tyrell, resolve investir seus esforços em um esporte mais saudável: o automobilismo. Assim, Ken Tyrell convence a Matra a criar uma equipe B, sediada em Westeros, que compete nas temporadas de 1968 e 1969, mas a incessante pressão política faz com que o nobre da família das rosas se mude para Ockham, na Inglaterra, e coloque um R a mais no sobrenome para despistar a imprensa. Nascia assim, em 1970, a Tyrrell.

Ao longo da década, a equipe ficaria famosa por propor uma série de inovações que faziam os carros mais rápidos e os acidentes mais espetaculares, como tanques de combustível inspirados naqueles usados em aviões (que faziam o carro voar, literalmente), e o famoso carro de seis rodas da temporada de 1976, que deixava os outros na poeira. Infelizmente, essas ideias só não foram para a frente porque a FIA achou que a competição ficaria muito injusta com as outras equipes que não tinham a capacidade de ter as mesmas ideias (como, aliás, a mesma ainda faz até hoje).

Isso é um carro ou um minitanque?

Outro duro golpe na equipe veio na temporada de 1984, quando a equipe resolveu misturar água na gasolina para deixar o carro mais leve, pois os engenheiros viram que os novos carros turbo estavam deixando os antigos motores aspirados, trazidos de Westeros, na poeira. Quando a FIA descobriu, rolou muito bafafá, e a equipe foi desclassificada da temporada pelo roubo (ironicamente dessa vez, os outros é que estavam à frente - literalmente). A partir daí, a Tyrrell passou simplesmente a fazer número na Fórmula 1, chegando até a contratar kamikazes como Ukyo Katayama nos anos 90, no auge do desespero. Assim, a equipe foi sumindo, sumindo, até desaparecer completamente em 1998, sendo vendida para empresários que queriam um carro só pra fazer propaganda de cigarro.

Pilotos[editar]

Piloto da Tyrrell nos anos 90 fazendo merda.