Ungoliant

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Ungoliant foi uma xana aranha gigante, Reza a lenda que pertência aos Maiar (ou não) ou qualquer outra coisa, vassala (ou sim) de Morgoth Bauglir e degustadora gastronômica nas horas extras.

A Maldita[editar]

Auto-Retrato de Ungoliant

Nasceu provavelmente durante a criação de Arda, fruto do pensamento do Todo Fuderoso Melkor ou simplesmente alguma deturpação da obra de algum dos Ainur já que imaginação, ele não tinha mesmo. Aparecia sempre na forma de uma aranha gigante e horrenda (Só por que o escritor da história se scagava, odiava qualquer tipo de luminosidade (Illuin e Ormal, Sol ou a Luz das Arvores mesmo...) e durante boa parte da Primavera de Arda, se manteve escondida do poder dos Valar no sul de Aman.

Peripécias[editar]

Desde pequena mentira ela já nasceu grande sempre confusões que até Deus dúvida, e adorava tocar o terror em Arda, sempre fugindo quando Oromë vinha caçar a desgraçada.

Mas sua maior traição do movimento pacífico se deu (ui!!!) junto com Morgoth, quando na surdina correram até o lugar onde ficavam as Duas Árvores de Valinor e sugou toda a seiva das Árvores pelo ferimento que Morgoth Melkor MelhorBauglir lhes havia causado com sua lança, correram então para os Poços de Varda, onde ficava armazenada toda a seiva que já havia caído das Árvores e secou os dois poços. Dizem que enquanto bebia crescia cada vez mais e soltava vapores com gostinho de limão de morte, tanto que o Ultra-Fodástico Morgoth chegou a ter medo dela.

Depois, foi até a casinha de campo de Fëanor (quando ele não estava lá, porque ela era grande, mas não besta) matou Finwë e roubou as três Silmarills.

Desavenças Familiares[editar]

Nessa hora porém, os Valar e a porra toda que só podiam estar cochilando pra não ver essas coisas perceberam a merda toda e foram correndo caçar a tal Dupla levada da breca. Percebendo isso, Morgoth e Ungoliant começaram a Correr pra Caralho o quanto podiam até que chegaram a Terra Média no Vale das Colinas Ressoantes. Lá Ungoliant pediu como paga pelo serviço sujo as três Silmarills, mas Morgoth, mão de vaca como era, não quis dar o que já havia prometido. Ungoliant então ficou virada no Jiraya e foi pra cima dele, Morgoth então, se cagando, deu um grito tão de mocinha alto que reverbera até os dias de hoje, com isso, conseguiu me acordar alertar seus servos, balrogs que estavam escondidos, e então a dita cuja da aranha saiu de patas, todas elas, abanando e com uma fome da Peste Bobônica.

Cai uma Diva[editar]

Ungoliant então, magoada e sentimentalmente ferida por ter sido abandonada por seu amado, foge para a Puta que Pariu, e lá arranja alguns amantes, o que deu origem a outras aranhas do capeta como por exemplo Laracna. Desde sua criação, vivia sempre com uma fome que não se saciava. Dizem que morreu se alimentando a si mesma de si mesma, o que acredito eu, deve ter doído pra cacete.


v d e h
Universo Tolkieniano
LOTR.png