Vk.com

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de VK)
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Facebook de Russo!!! Cquote2.png
Google sobre Vk.com
Cquote1.png Eu acesso sempre! Cquote2.png
Pedobear sobre Vk.com
Cquote1.png Eu também. Cquote2.png
Michael Jackson sobre Vk.com
Cquote1.png Eu também. Cquote2.png
Aquela mulher nojenta de 2 Girls 1 Cup sobre Vk.com

Vk.com, pra quem achava que era grande coisa só por estar relacionado à Deep Web, na verdade é só mais uma rede social que usa VOCÊ!! (bom, pelo menos em tese). Dado à sua incrível semelhança com o Orkut e Facefuck, até hoje há controvérsias se isso é um plágio, ou uma versão mais facebuqueteira marketeira, ou ainda, se quem nasceu primeiro foi a galinha. Especulações à parte, pouco se sabe do porquê esse negócio fazer parte da tão famigerada Deep Web.

De onde saiu[editar]

Logo após ter concluído a faculdade (e provavelmente ainda virgem), um nerd russo qualquer chamado Pavil Durão Pavel Durov já foi criando uma "nova" velha modinha; tratava-se de uma rede social exclusiva para russos (pelo menos por enquanto). Porém, o negócio ainda era meio capenga e se denominava-se Vkontakte. Servia apenas para uso acadêmico, ou seja, a anatomia feminina era bastante estudada pelos nerds desocupados.

Historinha bastante familiar, não? Não???

Altos e baixos[editar]

Como não poderia deixar de ser o VK foi infectado pelo câncer dos orkuteiros.

Como tudo que não presta um dia faz sucesso, o Vk foi reconhecido por muitos punheteiros como a segunda maior rede social utilizada na Rússia. Curiosamente, no mesmo mês do tal reconhecimento, o bagulho sofreu um belo de um ataque e foi abaixo, mas por pouco tempo (claro, porque todo câncer é um negócio escroto e sempre volta pior).

Quando se reergueu, o negócio já tinha mais de 8 milhões de supostos usuários, levando até mesmo os melhores detetives a crer que a maioria deles fazia parte de algum tipo de exército de clones. Dois anos depois, o Vk já tinha trocentas traduções para diversas multilínguas diferenciadas entre si, destacando-se entre elas o mendiguês. Nesse mesmo ânus, a rede já tinha tantos usuários que os admins decidiram simplificar o cálculo utilizando da seguinte fórmula...

Há relatos de pessoas que afirmam ter visto uma criatura amigável da Bíblia vagando pelo Vk, cinco minutos antes das mesmas terem arrancado os próprios olhos.

A respeito do ataque mais recente, a mídia confirmou que um brony construiu um pônei grego e conseguiu a façanha de coletar informações de milhares de idiotas que estavam só de passagem.

O site já chegou até a ser blacklistado. Porém, a putaria continua a rolar solta e ela nunca, nunca morre.

Com a morte do YakultOrkut, houve uma imigração massiva de desocupados fakes brasileiros que utilizavam os fóruns de briga debate das comunidades, e que não gostam do Facebook por ser uma obra dos illuminatis repitiliânus que vigiam a internet.

O site em si[editar]

Qualquer um que acesse a página atualmente vai dizer que é a mesma coisa cagada e cuspida do Facebook. Exceto, é claro, pelo conteúdo que transita por lá atualmente.

Quer saber mesmo o que é? Tá esperando o quê, vai lá...

Outras coisas que você pode encontrar (ou não) no Vk[editar]


Links externos[editar]