Velha Guarda dos Games

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexkidd-gen alexkidd jankendance.gif
Velha Guarda dos Games é da época da Velha Guarda dos Games

provavelmente foi um dos motivos para a crise de 1983


Cquote1.png Você quis dizer: Jogos de Tiozão Cquote2.png
Google sobre Velha Guarda dos Games
Cquote1.png No meu tempo sim é que os jogos eram bons... Cquote2.png
Torcedor do Santos Futebol Clube sobre Velha Guarda dos Games

Velha Guarda dos Games é o nome que se dá aquele período pré-histórico em que os videogames nasceram, sendo em sua grande maioria caixotes enormes que pesavam toneladas com um mísero jogo com os piores gráficos que você puder imaginar. Também é conhecido como a época em que os nerds (que eram ricos e jogavam em computadores que pesavam 4 toneladas) deixaram de lado o computador e foram ver essas incríveis maquinas de matar!

Muita emoção e adrenalina nesses Super-Jogos.

Odyssey[editar]

Como você já sabe, os jogos estão evoluindo cada vez mais. Tudo começou com o Odyssey, o primeiro

Pequena evolução...

console da historia. Bom aí não temos nada a contar, pois só tem jogos chatos com o fundo preto e personagens chatos com historias chatas e tudo chato.

Atari 2600[editar]

Design inovador em Pacman.

Esse console revolucionou a história dos games, com seus gráficos magníficos. Todos os nerds compravam, com jogos super emocionantes e com muita adrenalina!

Ferramenta super útil para criar jogos no Atari

Nintendo Entertainment System (o nintendinho)[editar]

Foi outra revolução trazendo gráficos bons. Pelo menos tiveram senso e criaram pelo menos alguns jogos de aventura consistente. Ex: Os Clássicos Super Mario Bros, Zelda, Metroid, Megaman e Castlevania.

Master System[editar]

Console criado para competir com nintedinho, trazia gráficos idiotas, como o Nintendinho (NES) e superiores ao do Nintendinho (Por que era 8-Bit, Dã!), foi comercializdo no Brasil através da Tectoy (que cobrava caro pra porra), entre seus jogos o que mais se destaca é Alex Kidd, sem falar no putaviolania.

Atari 5200[editar]

Esse tem graficos semelhantes ao do Nintendinho, mas o que fez ele não ser tão popular foi a falta de criatividade dos produtores de jogos para esse video-game. Hoje em dia ainda tem utilidades como travar a porta, usar como peso para segurar algo, mas dizem que pedras exercem tal função melhor.

Mega Drive[editar]

O que a Nintendo não esperava era por isso. Inventaram outro console com outro mascote, bem como jogo que de início era muito superiores ao que a galera já estava acostumada a ver. A estréia foi um sucesso bem como o seu mascote que se chamava Sonic, um ouriço azul que trouxe ao mundo dos games a famosa técnica milenar intitulada correr pra caralho! Seu jogos eram tão melhores que o do Mário que teve 1, 2, 3, 4, 5... mais de 8000 continuações.

3D Cai fora!

Super Nintendo[editar]

Para acabar com a marra do Mega Drive, o Super Nintendo chegou para revolucionar com Power Rangers que morfam de verdade, Rei Leões bronzeados, jogos de 96 fases cujas gravações sumiam do cartucho, jogos de faroeste onde os cowboys pulam 5 metros de altura e jogos de futebol onde goleiros e jogadores de linha possuiam telecinese. Com capacidade gráfica bonitamente superior à do Mega Drive e uma biblioteca de jogos incrivelmente mais nerd, os dois consoles travaram a primeira guerra de consoles que já existiu.

Ver também[editar]

Dios1.png Importante! A Igreja Universal quer sua atenção!

Deus quer que este artigo seja ampliado.
Aqueles que o fizerem, serão ajudados pelos seus tentáculos. Os que ignorarem, irão para o inferno pra sempre.
Não seja herege e obedeça a verdade única e divina!