Veronica (Claymore)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Death99.png Veronica (Claymore) já morreu!

Viajar num avião da TAM dá nisso...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Veronica
Cquote1.png{{{titulo}}}Cquote2.png
Veronica.jpg
Verônica e seu respeitável rabo-de-cavalo.
Informações inúteis
Classificação Loirinha morta
Ranking Claymore 13º
Técnicas Ninguém sabe
Parceiros Cynthia
Status Atual Mortinha
Símbolo [[Imagem:{{{simbolo}}}|50px]]

Cquote1.png Você quis dizer: Cynthia Cquote2.png
Google sobre Veronica (Claymore)
Cquote1.png Experimente também: Raquel Cquote2.png
Sugestão do Google para Veronica (Claymore)
Cquote1.png Migaaaa!!! Cquote2.png
Cynthia sobre Veronica.
Cquote1.png Morreeeeuuuuu! Cquote2.png
Rigardo sacaneando a Veronica.
Cquote1.png Sou mais o meu cabelo. Cquote2.png
Ophelia sobre o rabinho de cavalo da Veronica.
Cquote1.png Figurante imprestável. Cquote2.png
Qualquer um sobre Veronica.
Cquote1.png Eu vejo utilidade... Cquote2.png
Você sobre Veronica.

Veronica Claymore.PNG

Veronica é a típica personagem de anime, no caso o repleto de loirinhas lésbicas, Claymore, que só serve para morrer para um vilão afim de fazê-lo parecer fodão por ter matado alguém de forma tão rápida, Veronica mal aparece em um episódio do anime ou capítulo do mangá, mas está lá na batalha do norte só para fazer número e aumentar em alguns segundos a duração de um episódio aleatório.

Infância[editar]

Veronica, até que ela é uma carta útil..

Figurantes tendem a não ter infância, eles já nascem adultos, mas isso é apenas para os produtores de animes economizarem na produção, se bem que flashbacks são sempre bem-vindos para esse pessoal que adora torturar os fãs de seu programa, contudo em Claymore isso não se aplica já que o anime foi feito nas coxas visando acabar o mais rápido possível.

Veronica nasceu na ilha em que a organização faz as mais variadas experiências genéticas imaginadas, ali ela passou sua conturbada infância, seu pai era açougueiro e quando a guria era pequena pegou a mãe dela se engraçando com o vendedor de bananas da feira, naquele instante começou o caos da vida da garota, crises de ciúme a mãe dando remédios tarja preta para o pai dormir e ela dar uma saidinha e no canal infantil apenas passava Teletubbies e Barney, o Dinossauro, para a criança a situação estava ficando insustentável.

Até que num belo dia o pior ocorreu, ia passar uma maratona de Super Fofos, a garota desorientada fugiu de casa deixando seu pai e mãe, que nem perceberam a ausência da filha até a data em que ela completaria 15 anos, estavam atarefados demais brigando, a garota correu com todas as suas forças até que encontrou uma loirinha muito bem ajeitada munida de uma espada bem grande que decidiu levar a garota para sua organização, mas não sem antes fazer um test drive. Assim começava a carrreira da Veronica como Claymore.

Treinamento como Claymore[editar]

Veronica está aí no meio, ouvindo um inflamado discurso da revolucionária Miria.

Veronica, após parar nas mãos de uma loira de espadão e de ser iniciada por ela de uma forma que o deixaria com inveja caro punheteiro leitor, salvo se você for uma garota, mesmo isso sendo muito raro nesse site, Voltando, Veronica então foi conduzida até a sede da organização das Claymore, um local sujo fedorento e com alguns velhos tarados e garotas de orientação duvidosa, mas foi esse o triste, ou não, destino de Veronica.

Veronica então passou alguns dos anos de sua doce infância perdida no meio de espadas, mutações genéticas e de loiras taradas, isso é algo que não convém parar de repetir já que é crucial para o entendimento amplo da formação psicológica da personagem esses abusos forjaram a figura da posterior Veronica, já formada.

Nesse treinamento, Veronica aprendeu a manejar espadas bem grandes, cerca de 1 metro e 20, o que te deixa com uma inveja enorme, ela também aprendeu alguns truques com as garotas de lá, aprendeu a atuar, a lutar e se saía uma ótima cabeleireira ao lado de sua miguxa e, quem sabe algo mais, Cynthia.

Indo em missão[editar]

Veronica fazendo ponta em outro mangá.

Após o treinamento na academia Claymore, um local onde garotas eram confinadas em celas úmidas em que ficavam a mercê das mais diversas doenças enquanto sofriam com a transformação Youma, ao se ver livre de um local desses Veronica saiu pulando de alegria por dentro, mas ela devia manter a aparência de uma Claymore respeitável e os abusos da infância, também, ajudaram a compor sua personalidade introvertida.

Cynthia, a maior miguxa da Veronica.

A primeira missão da coitada foi matar um daqueles youmas feiosos, mas fraquinhos como os que a Clare enfrentava no início, quando ela até parecia fodona, Veronica foi caçar um desses e não teve dificuldades inicialmente, perder um braço ou dois nunca é problema para uma Claymore, já que no outro episódio ela já estará 100%, parecendo aqueles carinhas dos videogames de luta que após apanhar no round 1 voltam zerados para o segundo tempo.

Assim foi a primeira missão da garota, um sucesso, e as outras também caminhavam bem assim ela pegava mais experiência e se divertia vendo novas coisas, até então desconhecidas pelo seu mundo composto apenas por dor, espadas e loiras, só seria o paraíso se ela tivesse algumas tendências sadomasoquistas, tal como a pirada da sua companheira Ophelia.

Arranjando uma parceira[editar]

Claymores de uma forma geral são lobos, ou melhor, lobas solitárias, só andam em grupo quando são muito fraquinhas e/ou carentes como a Clare e seu encosto, o Raki, que por mais que tenha crescido continua sendo o mesmo inútil de sempre ou sendo algo parecido com a Alicia & Beth e a Rafaela & Luciela, essas gêmeas com técnicas estranhas.

Veronica não era das mais fracotes, mas logo se juntou com uma miguxa que ela conheceu numa daquelas missões aparentemente superperigosas que aparecem em episódios fillers e que todos sabem que vai dar certo pois o inimigo é um fracote emocional ou fracote físico mesmo. Após elas vencerem uma trupe aleatória de youmas as duas se identificaram, tinham os mesmos gostos e o mesmo cuidado com o dourado cabelo.

Essa guria era Cynthia, uma loirinha que aprontava as maiores confusões, tudo em clima de diversão e muita azaração, as duas logo ficaram super amigas, a Veronica logo começou a ter segundas intenções, mas sua personalidade introvertida a conteve, já sua amiga era a mais paty das Claymores e uma daquelas gurias bem retardadas superinocentes, tanto que ela nem percebia os vorazes olhares da Veronica.

Veronica após terminar sua participação em Claymore teve de arranjar outro papel.

Missão no Norte[editar]

As duas eram amigas fazia algum tempo, mas não o suficiente para a Veronica se declarar ou a Cynthia notar algo que não fosse as próprias unhas e como seu cabelo estava ficando desidratado com o sol. As duas acabaram sendo convocadas para dar uma passadinha lá na região de Pieta, no extremo norte do país, uma região onde nevava no mais árduo dos verões.

Ali as duas se reuniram com mais 22 loirinhas igualmente bonitinhas, sendo a Undine um caso a parte, e lá elas acabaram sob o comando da Fantasminha camarada, Miria, nesse momento é que a Veronica surge na história, ela aparece num flash sem direito a sequer uma fala, que foi cortada por falta de tempo e que provavelmente seria um "sim" ou "AAAAAAAAAAAAAA".

Rigardo dando um bye para a Veronica.

Nesse ponto da história ocorre a divisão dos times das Claymores e ninguém sabe onde que a Veronica vai parar, se é no time da Clare, no da Helen ou no da Flora, o que interessa é que logo ela estava matando tudo quanto era monstrinho feioso, tartarugas gigantes, gafanhotos de 15 patas e tudo que o autor pôde imaginar, tudo corria razoavelmente bem e ela até tinha chance de sair viva da missão suicida, isso se não aparecesse o Rei Leão.

Logo ao aparecer, o Rigardo, o tal Rei Leão, saiu em um estado 100% açougueiro e pôs-se a dizimar todas as figurantes que estavam por lá e a pobre Veronica estava ali no caminho e como ela não era nada além de uma personagem para fazer volume e não deixar os quadrinhos muito vazios, Veronica foi estraçalhada, cortada ao meio manualmente, ou seja, na história, ela só apareceu duas vezes, apareceu ela se apresentando e dois episódios depois ela morrendo. Assim vai para o saco a adorável Claymore.

Curiosidades[editar]

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Só existem duas imagens dela sem estar destroçada em toda a pesquisa de imagens do Google?
  • Veronica aparece menos que a Rakel, uma personagem que só serve para ser fudida.
  • O cabelo da Veronica só perde no quesito cabelo mais sedoso dos animes para o do Deidara.
  • Ela foi vítima da batalha do norte, evento que só ocorreu para combater o inchaço de personagens inúteis pelo qual passava a história.
  • Concorreu ao miss Claymore, mas perdeu para a Galatea.
  • Após ser morta pelo Rigardo, Veronica mudou de vida, foi trabalhar num anime onde ela poderia ganhar reconhecimento, iniciando sua carreira como Ino Yamanaka.
  • Ela aparece tanto na história que ninguém sabe seu apelido ou seus golpes.
  • Há indícios de que Veronica tenha, também, se tornado uma das personagens de Queen's Blade, visto que toda garota com uma espada é bem vinda lá, basta ter seios enormes e topar usar roupinha pequena.
  • Veronica é a prova de que todo personagem de anime parece com um outro, mostrando a total falta de originalidade desses autores da terra do Sol nascente.

  • Vídeo[editar]

    Ligações externas[editar]

    Veronica na Claymorepédia

    Ver também[editar]