Vitantonio Liuzzi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Não, esse não é Vitantonio Liuzzi, mas é um piloto tão ruim quanto.

Vitantonio Liuzzi (6 de Agosto de 1981) é um pseudo-piloto de Fórmula 1, que tem como grande sonho marcar pelo menos um pontinho na carreira. Porém, até o presente momento, isso parece uma missão impossível, pois, pilotando a cadeira elétrica da Hispania, o máximo que consegue é chegar em penúltimo.

História[editar]

Um dia comum na carreira de Vitantonio Liuzzi.

Vitantonio Liuzzi nasceu em algum beco escuro da Itália, no ano de 1981. Quando criança, como não podia sair na rua, até porque corria o risco de virar peneira no meio dos tiroteios que a máfia italiana trocava com os policiais, Vitantonio Liuzzi ficava apenas apreciando jogos educativos, como o Burnout, o Need for Speed e o GTA.

Influenciado por esses jogos, Vitantonio Liuzzi resolveu que queria seguir carreira no automobilismo, pois acreditava que dirigir um carro real e um carro fictício era a mesma coisa. Como estava completamente determinado a completar esse sonho, ele foi procurar uma famosa montadora de karts da região, que era conhecida mundialmente por produzir karts com materiais 100% ecológicos.

Como não existia em toda a Itália outro doido para pilotar carros de qualidade duvidosa, essa pseudo-montadora aceitou ter Vitantonio Liuzzi como seu piloto.

Nas competições de kart, Vitantonio Liuzzi mostrou todo o seu potencial, e conseguiu vencer todas as corridas que disputou, talvez porque corria sozinho. Por conta dessas belas atuações, Vitantonio Liuzzi recebeu uma proposta para ser piloto de testes da Red Bull Racing. Como estava cansado de correr sozinho, ele aceitou, e começou a se ferrar para testar os carros que os pilotos titulares iriam usar nas corridas oficiais.

Após mais de 80 passagens por hospitais e de ter tomado pontos até mesmo na bunda, Vitantonio Liuzzi finalmente recebeu uma proposta para ser um piloto titular. Está certo que a proposta foi feita pela Toro Rosso, que é uma das maiores figurantes da Fórmula 1, porém, Vitantonio Liuzzi resolveu aceitar, pois não aguentava mais se acidentar diariamente enquanto testava carros reservas.

Como os carros da Toro Rosso são verdadeiras privadas ambulantes, Vitantonio Liuzzi não conseguiu marcar sequer um pontinho em toda a temporada. Percebendo que, se continuasse na Toro Rosso iria virar motivo de piada em todo o mundo, Vitantonio Liuzzi resolveu abandonar o seu emprego, para ir para a Force India. Está certo que essa equipe também é completamente figurante, porém, é melhor do que a Toro Rosso (o que não é muito difícil).

Apesar de ter um carro um pouco melhor, Vitantonio Liuzzi não conseguiu marcar nenhum ponto na temporada inteira. Mesmo assim, como ele é italiano, ninguém falou nada. Se fosse brasileiro, Vitantonio Liuzzi provavelmente teria sido linchado.

Atualmente[editar]

Após ter feito uma temporada horrível na Force India, Vitantonio Liuzzi assinou contrato com a Hispania, uma outra equipe que apenas coloca pilotos nas corridas para completar o grid de largada.

Como os carros da Hispania possuem as mesmas características que os da Toro Rosso, Vitantonio Liuzzi continua se ferrando em todas as corridas, sendo que na maioria delas ele consegue fazer com que o seu carro quebre das formas mais incríveis possíveis.

Schumacher dick vigarista.jpg
Buildphotoims4vd.jpg
v d e h
Pilotos da Fórmula 1