Woody

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Bronson West.jpg Howdy, pal, este artigo é do Velho Oeste!

Ele anda de diligência, maneja um 3oitão com perfeição e seu bando é o mais
procurado da região. Entre, peça uma bebida e aprecie a beleza das dançarinas
do saloon, mas se vandalizar este artigo, vai parar num duelo!

Woody.

Cquote1.png Você quis dizer: Woody Allen Cquote2.png
Google sobre Woody
Cquote1.png Você quis dizer: Molestador de Ovelhas Cquote2.png
Google sobre Woody
Cquote1.png Você quis dizer: Chico Mineiro Cquote2.png
Google sobre Woody
Cquote1.png Experimente também: Lampião Cquote2.png
Sugestão do Google para Woody
Cquote1.png Tem uma cobra na minha bota! Cquote2.png
Woody e sua célebre frase sem sentido
Cquote1.png Pelo visto só na sua bota né? Cquote2.png
Jessie decepcionada sobre Woody

Nascimento[editar]

Woody nasceu de uma parteira no interior da Califórnia, a mãe de Woody vendia rolas na feira, e enquanto isso Woody ficava com o pai dele. Woody crescia e ficava cada vez mais alto, o pai de Woody deu a ele as ordens de cuidar das ovelhas da família, então Woody abusava cuidava das ovelhas, até que o pai dele o pegou no flagra fazendo sexo com uma das ovelhas. Apavorado, o pai de Woody chamou o padre da cidade, pois pensou que Woody estava com o Sérgio Mallandro capeta no corpo. Então, o padre abusou exorcisou o demônio do corpo de Woody, mas ele ficou com má fama na cidade dele, então o pai e a mãe de Woody fizeram uma vaquinha e mandaram ele para Hollywood de busão.

Woody demonstrando seu amor pelos animais

Carreira[editar]

Woody fez muito sucesso em Hollywood, porque ele fazia vários bicos para viver: já foi entregador de pizzas, xerife, motorista e vendedor de açaí, até que Jessie, uma puta vaqueira, reconheceu seu grande "talento", e o chamou para fazer filmes. Mas Woody, que tinha um grande apetite sexual por ovelhas, não sabia que os filmes eram de sacanagem, mas ele adorou a ideia, e gravou com outros grandes atores como Kid Bengala, Alexandre Frota e Vera Verão Luisinho Tripé.

Woody em um de seus trabalhos com Jessie

Woody ganhou muito dinheiro e comprou uma casinha simples. 3 meses depois, Woody foi demitido por não querer transar com um travesti, e foi diagnosticado como viciado em sexo. Ele já não conseguia controlar seus pensamentos, mas depois de vários remédios conseguiu voltar ao normal.

Queda[editar]

Depois de 3 anos morando na sua casinha, Woody não aguentava mais os pensamentos de safadeza, eles dominavam a mente do coitado. Ele virou um maniaco sexual e passou a pegar mulheres nas ruas de Hollywood, ou pagar umas prostitutas para saciá-lo. Mas nunca era o bastante, e infelizmente, Woody virou um "estrupador" em série e foi preso, ficando 2 anos na cadeia estadual de Hollywood. Após sair de lá, fez bicos como imitador de Elvis, mas seus desejos nuncas passaram, e ele ainda tinha fetiche por ovelhas. Porém, de alguma forma, ele conseguiu controlar seus desejos e voltou a trabalhar no cinema.

A volta[editar]

Woody depois conheceu um cara meio estranho que usa roupa de astronauta, um tal de Clodovil Buzz Lightyear, que o chamou para fazer um filme chamado Toy Story, de um estúdio chamado Disney. Woody leu a proposta, achou interessante, e o filme foi lançado. Até que o filme foi bonzinho, e Woody conseguiu um dinheirinho para mandar para a família (e para seu grande amor, a ovelinha Dorivalda). Depois de ganhar muito dinheiro, ele foi morar em um casarão: ainda com seus pensamentos sujos, passava dias no Redtube. Depois do lançamento de Toy Story 2 e 3, ele entrou em depressão.

Recaída[editar]

Woody voltou a estuprar garotas em Hollywood, caindo em depressão profunda. Se achando um merda, ele deu um tiro na própria cabeça: a polícia arquivou o caso, que não foi divulgado na mídia nacional e internacional. A Disney não se pronunciou sobre o assunto. Woody deixou dez cabritinhos e sua amada, a ovelha Dorivalda. Ninguém apareceu no enterro, até porque todos sabem que ele é um brinquedo, e brinquedos não morrem.

Galeria[editar]

v d e h