X Japan

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ASA.jpg
Dir en grey2.jpg

Spark!

Este artigo é sobre algo relacionado a JRock

Qualquer ligação com Visual Kei é mera coincidência


A banda é reconhecida pelo seu visual discreto e harmonioso

Cquote1.png Você quis dizer: Cyndi Lauper Cquote2.png
Google sobre X Japan
Cquote1.png Ô, tio! Me vê um X Japão na chapa aí, fazendo favor? Cquote2.png
Anônimo na hora do lanche sobre X Japan
Cquote1.png GUITAAA SUGIZOOOO!!! Cquote2.png
Toshi anuciando seu guitarrista
Cquote1.png A guitarrista de rosa é a mais kawai desu Cquote2.png
Um otaku emo qualquer sobre a guitarrista de rosa

X JAPAN é uma banda Visual Kei (aka traidores do movimento glam) de rock japonês de feitos inimagináveis, assim como U2. Como tal, tende-se a imaginar que a faixa etária de fãs seja ampla, geralmente variando entre 11 e 12 anos e o inimaginável é apenas o fato de que o ex-primeiro-ministro Junichiro Koizumi declarou ser fã deles quando no cargo, o motivo-mor de orgulho da banda.

História[editar]

Era uma vez um príncipe de um reino distante chamado Toshi que, depois de haver terminado seu romance de mentirinha com Cinderela, encontra-se com um megaempresário chamado Yoshiki, passam a sair juntos e eventualmente fundam uma banda inicialmente chamada X com mais três pessoas.

O primeiro single com esses membros foi "I'll Kill You'", sucesso entre membros de facções criminosas, como a Yakuza, grupo que inicialmente era um fã-clube da banda, mas que se transformou em uma gangue após brigar com fãs do L'Arc~en~Ciel. Posteriormente, fãs do The Gazette tentaram montar uma gangue, mas o máximo que conseguiram foi uma boate de strip tease de drag queens.

"Orgasmo" foi o segundo single da banda. Foi escrita enquanto Yoshiki via um filme pornô. Sua terceira música, Kurenai, serviu de inspiração para Masashi Kishimoto criar uma personagem em um desenho animado chamado O Garoto Ninja. Outro de seus singles, "Crucify my Love", virou um hino para homens que matam suas esposas, junto com "Helena", "Die, Die, My Darling" e "Last Caress" do Metallica Misfits. Seu último single "The Last Song", na realidade não é a última música da banda, o que não faz sentido.

Mais tarde, a banda mudou de nome para X Japan, de modo a abafar associações inconvenientes.

Membros[editar]

Cyndi Lauper, vocal do X Japan com o pseudonimo "Toshi"
  • Yoshiki Hayashi: Líder da banda, baterista, pianista, travesti, ex-presidente da República das Bananas, xogum da Zâmbia, etc., etc., etc. Seus pés são como extensão direta de sua mente e aparentemente têm vida própria; como tal, consegue atingir a marca de 800 batidas por minuto na sua bateria. Atualmente, Yoshiki está com um novo projeto, que seria uma espécie de super banda, com cantores semelhantes ao antigo X Japan, com Max Cavalera, Nina Hagen e outros cantores. Com seu abusivo uso de drogas de efeito lisérgico, criou um selo postal, que posteriormente viria a ser uma marca de CDs chamada Ecstasy Records.
  • Toshi: O vocalista, que tem a estranha habilidade de cantar em frequência ultrassônica e provavelmente desenvolveu suas técnicas vocais graças a influências de bandas sertanejas; como tal, a banda também faz sucesso entre cachorros e morcegos. Antes da fama, tentou a vida em diversos corais gregorianos, mas tinha uma voz tão aguda, que era capaz de deixar surdo quem quer que estivesse a um raio de 2 metros de distância dele. Rumores dizem que é irmão caçula de Detonator, ou seja, sem bolas (o que explicaria os agudos absurdos). Dizia nunca querer ser um astro do rock e quem disse que ele é?, motivo por abandonar o X Japan um dia. Era constantemente treinado por Yoshiki para agir como um astro do rock como se Yoshiki também fosse, causando tumultos em festas, explodindo privadas, tacando cadeiras nos fotógrafos e etc.
  • Pata: a fêmea do animal predominantemente aquático, menor que os gansos e o cisnes. Como seu nome indica, ao contrário dos outros membros da banda, ele não é uma ave travesti, mas uma tentativa de ser mulher de verdade, que mais parece uma Drag Queen.
  • Heath: Lendário baixista surdo (de tanto ouvir o Toshi cantando) que não aparece sob as lentes dos paparazzi, mesmo que queira. Substituiu o igualmente milenar Taiji, após este ter se desentendido com Yoshiki sobre quem era o mais divino tocador de instrumentos.
  • Sugizo: Foi contratado para subistituir hide, durante a turnê de reunião. Já que a sua ex-banda, Luna Sea, não vai se reunir novamente, decidiu mendigar a uma vaga efetiva no X Japan para garantir uns trocados no fim do mês.

Membros antigos[editar]

  • Hide: Guitarrista saiyajin de cabelo rosa, é o segundo maior inimigo de Dado Dolabella. Depois da dissolução da banda, foi encontrado morto em um banheiro, supostamente um suicídio (ou não). Teve a grande façanha de morrer em um "acidente" com uma maçaneta e uma toalha. Conseguiu sua habilidade de cantar mal depois de ter brochado enquanto fazia sexo com uma aranha radioativa rosa e dado um grito no momento em que ela lhe picava. Dizem que ele morreu, mas todos sabem que ele na verdade virou vocalista do L'Arc~en~Ciel, e trocar uma letra do seu nome e alguns quilos de maquiagem não o ajudou a se esconder.
  • Taiji: lendário membro da banda. Badboy, tocou entre 1985 e 1992, portanto, ninguém se lembra dele na banda. Sumui depois de sua saída após brigar com Yoshiki sobre assuntos diversos. Em 2011, Taiji voava em um avião para Saipan, e acabou causando um tumulto no avião. Esse foi o primeiro registro do Harlem Shake da história. Após o avião ppousar, a polícia retirou Taiji do bagageiro onde ele era mantido preso por seguranças. Ao ser preso, Taiji tentou se matar com um lençol enfiado em sua garganta, mas não conseguiu. Foi internado e conseguiu o que queria fazer: morrer.

Membros mais antigos ainda[editar]

Membros das formações antigas, desde quando a banda foi fundada em 1969.

Cabelos[editar]

Hide, guitarrista do X Japan e seu inconfundível cabelo cor-de-rosa
Exemplo dos cabelos antigravitacionais da banda

Pouco se sabe sobre as técnicas secretas que ninguém conhece da banda para criar seus penteados antigravitacionais. Cientistas da Nasa estudam os músicos há mais de 40 anos, desde sua terceira formação, mas as pesquisas avançam vagarosamente. Atualmente, tem-se apenas um esboço da equação da possível fórmula usada nos cabelos dos músicos: uma mistura ainda desconhecida de laquê, fibra de carbono, enxofre, lubrificante industrial, fertilizante químico e uma estranha liga de vanádio com cobre e kriptonita. Constantemente visitados por cientistas, os membros do X Japan decidiram cortar seus cabelos e dissolvê-los com fogo, para ninguém descobrir sobre os produtos químicos usados pela banda para pentear seus cabelos.

Toshão e as Toshetes[editar]

Capa de um álbum do Toshão e as Toshetes, com Toshi à frente

Após a formação da superbanda de Yoshiki, Toshi ficou indignado e decidiu rebater a traição o aparente sucesso do megaempresário e, assim, criou uma nova superbanda, nomeada de Toshi with T-EARTH, mais conhecida como Toshi com a T-Terra ou, simplesmente, Toshão e as Toshetes, como são mais conhecidos pelos fãs.

Assim, depois de discutir planos com seu guru espiritual de uma seita satânica, Masaya, Toshi decidiu formar essa banda paralela e assim lançando o álbum Um Guru muito legal Earth Spirit, ele lança o primeiro PV da música Fáia Cidê (Lê-se Fire city), que mostra a intensidade do constraste entre vermelho e azul.

Devido ao slogan da banda, que almeja comercializar a música dizendo que clama pelos direitos do meio-ambiente, Toshão Toshi decidiu fazer um show na Amazônia, mas foi impedido porque não teria público seria atacado por morcegos (já que sua voz é supersônica), então teve que se contentar com uma metrópole, que infelizmente não tem nada de floresta. Ninguém se lembra do show solo de Toshi no Brasil.

Discos[editar]

  • Vanish Vision
  • Sangue Azul
  • Gelol
  • Art Attack
  • Dalila

Ver também[editar]





Slash fuckat.jpg