Alessa Gillespie

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Alessa Gillespie surgiu das trevas!!

E adora assustar criancinhas!

Puro osso.gif

Alessa Gillespie é a garota chave da trilha de jogos survival horror Silent Hill. Em todos nos quais já fez participações especiais, já assustou milhares de crianças indefesas, adolescentes corajosos e adultos retardados. Mas apareceu pouco na série de games e então teve de se virar em pseudônimos ou reencarnar em outros personagens do jogo.

História da criatura[editar]

Alessa possuída por Samael, uma gracinha.

Alessa era uma menina levada, diferente de sua mãe, Dahlia Gillespie, uma líder religiosa. Dahlia detestava a filha pois ela era um péssimo exemplo de filha de mulher crente. Quando Alessa completou sete anos, Dahlia a levou para conhecer a religião Poderes de Greiscou. Mas depois de a menina ter puxado a saia de Pe-Lanza, Dahlia decidiu que não precisava aguentar a menina. E aplicou-lhe um castigo: A fez deitar no chão de uma sala onde estava desenhado um círculo e literalmente, fez um churrasco de Alessa. Mas o que ela não contava era que Alessa conseguiria sobreviver as brasas. Portanto, Dahlia, Michael kauffman e Lisa Garland (a dócil enfermeira de Sillent Hill e dos sites pornográficos, onde é conhecida como Lisa Bengaland) decidiram cuidar da menina, dando-lhe fortes injeções de Demerol. Depois, fizeram-lhe a famosa operação de Michael Jackson, que vira os couros de dentro pra fora, o que faria a garota restituir a pele e ficar como nova.

Aparições na série de games[editar]

Depois da aparição de Alessa em Sillent Hill 1 e em Sillent Hill: Origins, O papel de Alessa acabou. Então, para não ser esquecida, conseguiu seduzir o diretor dessa joça a continuar fazendo aparições dela, porém agora como Cheryl Mason e Heather Mason (que, coincididamente[?] são a mesma pessoa).

Hábitos de Alessa Gillespie[editar]

Ela fazia parte do grupo de fumantes de crack Nevoeiro Branco, cheirava gatinhos e conversava com duendes. Ou seja, era uma mistura de rainha dos baixinhos e Hell'o Kitty. Ao assumir a forma de Heather Mason, gostava de beber bastante e fumar pra caramba, sendo internada então numa clínica dos alcoólicos anônimos (AA).

Atualmente...[editar]

Hoje Alessa Gillespie compara-se a Amy Winehouse (depois de morta). Está impossibilitada de participar da série Sillent Hill devido ao fato de não ser um game de zumbies. Além disso, é mau feito o picapau e nos momentos em que não está trabalhando (ou seja, sempre), dedica seu tempo a assustar e matar os moradores e visitantes de Sillent Hill com seu mundinho alternativo de merda. Às vezes chora ao lembrar de seu caso com Michael Jackson enquanto Cherryl. Para voltar à fama, de um jeito anônimo, trabalha na empresa de Samara Morgan, uma prima próxima de Heather/Cherryl, como voluntária mesmo, pois já que a patroa não pode sair do poço, Alessa vai pessoalmente à casa de quem assiste seus vídeos, espera acabar e faz uma ligação pra vítima pra dizer “sete dias!”. Faz bicos em Resident Evil e não largou os vícios, fazendo ela mesma aquela fumaça em Sillent Hill educadamente chamada de nevoeiro.

v d e h
Silent Hill logo.png