Cana-de-açúcar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Zetsu rosto.PNG Este artigo faz parte do incrível mundo Vegetal Folhoso

Este vegetal foi certificado pelo Greenpeace sendo livre de agrotóxicos e outras pragas nocivas.


Cana-de-açúcar
A maravilhosa cana-de-açúcar. Vendo assim nem parece que esses bambus são tão importantes para a humanidade.
A maravilhosa cana-de-açúcar. Vendo assim nem parece que esses bambus são tão importantes para a humanidade.
Classificação científica
Reino: Plantinhas
Superdivisão: Plantas com esperma
Divisão: Anjo esperma
Classe: Monococotilenolodôneos
Subclasse: Comebucetinhas
Ordem: Polares
Família: Poracea
Gênero: Cachassarum

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Ribeirão Preto? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Cana-de-açúcar
Cquote1.png Experimente também: Pinga Cquote2.png
Sugestão do Google para Cana-de-açúcar
Cquote1.svg Nunca naf hifstória deffe paíf houfe tanta cana!! Cquote2.svg
Lula feliz da vida
Cquote1.svg Brasil! Cana para todos Cquote2.svg
Slogan do Governo Federal sobre Cana-de-açúcar
Cquote1.svg Por favor, não!!!!!! Cquote2.svg
Fígado implorando pela vida
Cquote1.svg O milho é melhor Cquote2.svg
Estados Unidos sobre etanol
Cquote1.svg Subtraindo os juros da taxa SELIC com o câmbio do dólar e a queda da Bolsa de Bangcoc, compro 200.000.000 de toneladas de cana-de-açúcar por 0,47 Euros Cquote2.svg
Comprador europeu sobre cana-de-açúcar brasileira
Cquote1.svg Chupa, que a cana é doce. Cquote2.svg
Dito popular sobre cana-de-açúcar

Cana-de-açúcar, a alegria dos brasileiros. É...você talvez não saiba, mas se a cana-de-açúcar não existisse, o Brasil não seria esse extraordinário país que conhecemos. Esse maravilhoso objeto fálico é indispensável para auxiliar o sofrido povo brasileiro a afogar suas mágoas, seja com aqueles açucarados chocolates para as mulheres e crianças, seja com aquela caninha para os homens. Por essas e outras o brasileiro é conhecido como um povo feliz mesmo sendo um país coberto de corrupção, falcatrua e gente miserável, estão todos dopados com cana-de-açúcar, longe da noção do mundo real.

A cana-de-açúcar que você conhece popularmente, pode vir em forma de pó branco ou liquefeita e fermentada, mas antes de você encontrar uma dessas duas maravilhas, a cana-de-açúcar é um bambu disfarçado, se diferenciando por não ser oca, mas de qualquer forma, a cana-de-açúcar pode tranquilamente aparecer na piada da Menina do Bambu sem perder a graça, sendo que a versão famosa da piada é a oriental, usando o bambu, nas regiões Nordeste e Norte do Brasil essa piada é contada substituindo bambu por cana-de-açúcar por exemplo.

Em alguns locais a cana-de-açúcar é cultuada como deus, nas mediações de bares e botequins, com frequência os bebuns como se chamam os adeptos do canaísmo, o culto à cana-de-açucar, vão ao balcão venerar seu deus, entrando em frênesi de êxtase profundo.

No Brasil, assim como bêbados e primatas, a cana-de-açúcar é encontrada em qualquer esquina, e faz parte do cotidiano dessa população.

Junto com a soja, a cana-de-açúcar é ainda, a melhor maneira de ficar em paz com o MST, já que seu cultivo é altamente barato, e os sem-terra ficam com vergonha de invadir sua fazenda, já que ela está cultivando aquela cana toda, algo que não só está simplesmente sendo cultivado, mas os sem-terra precisam de cana mais do que teto para sobreviver.

Cultivo e usos[editar]

Algum escravo trabalhando numa lavoura de cana-de-açúcar de Ribeirão Preto.

A cana-de-açúcar é associada a regiões miseráveis do mundo, ao sub-trabalho, ao baixo lucro e ao desperdício de espaço cultivável de alimentos.

As plantações de cana-de-açúcar crescem em qualquer ambiente de clima equatorial, tropical ou sub-tropical, ou seja, no Brasil inteiro (com exceção do Sul que está mais preocupado em plantar pinha) e naqueles países altamente miseráveis do sul asiático. Após o plantio em larga escala, bastam-se contratar alguns boia-frias que estão à beira da morte que aceitam trabalhar a qualquer salário irrisório. Após a colheita se escolhe em que processar cana, e na maioria das vezes é em álcool, e no caso, depois vender a preços baratíssimos essa matéria-prima aos países estrangeiros (Alemanha, Áustria, Holanda e República Checa maiores compradores) para que esses países fabriquem Heinekens e as vendam a altíssimos preços aqui no Brasil, fazendo cumprir a Divisão Internacional do Trabalho (lê-se, Brasil é otário).

O cultivo da cana-de-açúcar é muito associado aos gigantescos latifúndios brasileiros, pois como essa matéria-prima é muito barata e sobra espaço no Brasil, a saída é plantar o máximo possível, destruindo grande parte da selva nativa para que nenhum cidadão que esteja morrendo de fome no país possa se alimentar pondo em prática o "vamu bebê, porque cumê engorda". Por isso todos usam o acúçar da cana como uma droga de altíssimo suporte para festas entre aniversários de crianças e também em festas, como boates.

História[editar]

Propaganda de popularização da cana do Governo Fuderal.

Como sempre, se tratando de agricultura, os primeiros indícios de cultivo da cana-de-açúcar aparecem no Sul Asiático, já que além dali, a África era um deserto, a Europa era um nojo, e os índios pescavam na América.

O açúcar era um daqueles tantos pós a venda nos mercadinhos das Índias que os Portugueses faziam tanta questão de viajar meio-mundo e arriscar as suas vidas para comprarem. O pó mágico como era conhecido, era muito usado como desinibidor e sua versão líquida fermentada já era largamente requisitada nos países germânicos.

Por possuir propriedades químicas que causam dependência química, a cana-de-açúcar virou febre mundial e todos queriam dar uma provada no produto para nunca mais conseguirem largá-lo.

Com a descoberta de uma vasta área de plantio, a América, os países europeus encontraram suas minas de caninha. Durante muito tempo as moedas na América eram escravos e cana-de-açúcar.

Maconha esperando apertar ser prensada para virar sonhos de valsa.

Quem dominou a América, todos sabem, foram os ingleses, mas eles não plantavam muita cana, preferiam chá. Já a Holanda queria porque queria algum lugar para plantar ganja, os holandeses são desesperados por ganja, eles estavam sofrendo com uma grave crise de abstinência de maconha, eles estavam psicóticos e começaram a conquistar raivosamente terras do Nordeste brasileiro e várias ilhas do Caribe para plantarem exclusivamente cannabis sativa. Já os moradores do município de Cabrobó, interior de Pernambuco, só tem a agradecer aos holandeses, pois deve toda sua marijuana à Holanda, que como todos sabem, polinizou o Nordeste brasileiro plantando pés de maconha por todo lado (hoje matéria-prima indispensável para o tradicional universitário brasileiro). Acalmados, os holandeses se contentaram em ficar apenas com o Suriname e Antilhas Holandesas para cultivar sua preciosa ganja.

Com o tempo a cana-de-açúcar virou mania nacional no Brasil, formando o tripé da cultura brasileira: Futebol, carnaval e cana.

Processamento da cana[editar]

Pitchula sabor cana-de-açúcar.

A cana-de-açúcar é um vegetal multifuncional, no Brasil é considerada uma maravilha da natureza e possui inúmeras utilidades mantendo qualquer povo miserável feliz. Na roça por exemplo, costuma ser muito objeto de piadas nefastas, que mantém o bom humor dos caipiras que por hora, esquecem ser miseráveis enquanto fazem piadas sobre cana-de-açúcar.

Se culturalmente a cana já é importante, fisicamente ela é aproveitada também de diversas formas, até mesmo seu bagaço é aproveitado para inúmeras utilidades, como a de ser queimado para poluir a atmosfera e produzir energia elétrica ínfima.

O processamento da cana-de-açúcar não é complicado, é só moer e deixar estragar fermentar por um tempo. Dependendo do tempo, você adquire açúcar, álcool ou alguma outra coisa.

A cana-de-açúcar é responsável por engordar as pessoas e fator determinante para o Brasil ser considerado terra de barrigudos. As mulheres engordam por causa do açúcar, já os homens por causa da cerveja, tudo culpa da cana-de-açúcar.

Açúcar[editar]

Consumo de açúcar.
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Açúcar

É um pó branco milagroso, combate a depressão, o açúcar é um tempero alimentício radioativo, corrosivo, abrasivo, nocivo, pejorativo, ativo, curativo e criativo, sendo formado por carbono, oxigênio, hidrogênio, homogêneo, heterogêneo, nitrogênio, flúor, radônio, plutônio, criptônio, antônio, urânio, cal virgem, água, farinha de trigo, neve e um pouco de adoçante, para tirar o gosto amargo.

Esse produto do cotidiano das pessoas é produzido a partir da trituração da cana-de-açúcar. Esse maravilhoso pó branco vem perdendo força no mercado e está sendo substituído cada vez mais por outro pó branco e está cada vez menos vantajoso produzir açúcar através da cana-de-açúcar, já que os adoçantes também vêm ganhando mais força e popularidade.

O açúcar foi descoberto quando empresários notaram que o principal passatempo de alguns caipiras era chupar cana. Eles chuparam, gostaram e popularizaram o açúcar.

Etanol[editar]

Caso em que o etanol é usado tanto no carro, quanto no motorista.
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Etanol

O famoso álcool que serve de desinfetante é também a diversão da família brasileira. O etanol é a droga mais consumida no Brasil e no mundo. O etanol é o princípio básico do gosto de várias bebidas: Cerveja, caipirinha, cachaça, vinho, tudo que o brasileiro precisa para sobreviver.

A cana-de-açúcar no Brasil teve um salto espetacular em popularidade em 1975, no programa Pró-álcool criado pelo Lula para não faltar cana nunca mais no Brasil. O programa também foi uma tentativa bem sucedida de representar o povo brasileiro ao mundo como pessoas felizes e bêbadas. O etanol é um importantíssimo combustível tanto dos carros brasileiros como também de seus motoristas.

No Caribe o etanol é usado mais na produção de rum, 98% da economia desses países. Os outros 2% são tabaco.

Comidas[editar]

Uma das várias utilidades do bagaço da cana-de-açúcar.

A cana-de-açúcar pode ser ainda diversas comidas, todas tipicamente brasileiras, pois o Brasil sabe como mexer com a cana-de-açúcar. A cana pode ser ingerida crua sem problemas, e sem precisar cozinhar (ferver, limpar e desinfetar) - Nota: Considere essa afirmação apenas se você for brasileiro, cujo sistema imunológico é acostumado a chupar cana dessa maneira. Para pessoas de dentes sensíveis, a cana pode vir como suco não fermentado, feito na hora, e muitas vezes espremem barbeiros e outros insetos junto com a cana, fazendo quem beber pegar Doença de Chagas e 1001 outras doenças tropicais. O suco de cana pode gerar a caipirinha, a original, direto da cana.

A rapadura, tradicional doce japonês, também vêm da cana-de-açúcar, é processada através de receitas secretas, que apenas Didi, Tom Cavalcante e Aquele Misterioso Caipira Nordestino que se diz deputado no mundo conhecem a receita para essa outra maravilha da culinária dependente da cana-de-açúcar.

Produção[editar]

Cquote1.svg Cana é moitu bom!! Cquote2.svg
Bêbado sobre cana-de-açucar

O Brasil é líder disparado de produção de cana-de-açúcar. Ainda mais com a gestão do governo Lula que não quer que falte cana para nenhum brasileiro. Seguindo o Brasil na produção de cana-de-açúcar vêm um país mais miserável que o outro: República Dominicana, Índia, Benim. O ranking da produção de cana-de-açúcar serve como indicador social para medir a felicidade nos países em relação à pobreza.

Economia[editar]

Transporte da cana-de-açúcar no Brasil.

Não existe nenhum país no mundo que lucre financeiramente com a cana-de-açúcar. Todos os países que optam por plantar cana em larga escala possuem algum outro objetivo em mente que não seja o lucro direto. O Brasil por exemplo, procura apenas a felicidade de seu povo, que embebedado, não vai reclamar de seu carro horrível movido a álcool, mesmo depois de batê-lo, pois a culpa oficial não vai ser mais do carro ruim, mas do motorista bêbado.

O Brasil para não perder dinheiro demais, não tem outra opção a não ser tratar os lavradores de cana-de-açúcar como lixo, explorando-os como escravos, para a mão-de-obra não precisar ser descontada no valor irrisório final da tonelada de cana. Algumas correntes políticas neoliberais extremo-esquerdistas reclamam que o Brasil ao invés de usar o vasto espaço que a cana-de-açúcar ocupa para produzir alimento para a população que está morrendo, preferem produzir energia que nem é lá essas coisas em qualidade e custo-benefício.

As fábricas neerlandesas da Heineken são a maior importadora de cana-de-açúcar do mundo.

Curiosidades[editar]

  • O etanol japonês é feito através do bambu.
  • Laboratórios já cultivam cana-de-açúcar transgênicas light que não possuem açúcar e podem ser consumidas por obesos.