Cleptomania

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Asclepius.png ATENÇÃO: A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um para fazer seu check-up.

Cleptomania é a compulsão por roubar coisas, nem que sejam totalmente inúteis e sem valor, que por sinal são essas as que os portadores desta doença mais roubam. Normalmente os itens roubados são lápis, vibradores, sua mãe, note que são só itens fúteis e sem valor, porém itens como valor alto, como ouro ou uma Ferrari, também ocorrem, mas graças a Deus é mais raro de acontecer...

Sintomas e consequências[editar]

Cleptomaníaca tentando roubar sem que os outros percebam...

O principal sintoma, óbvio, é o sintoma de roubar tudo o que vê pela frente, se brincar até mesmo uma pessoa (literalmente) ela roubaria para transformar em um escravo... Além disso foi registrado um número de cleptomaníacos enorme em Brasília, segundo o IBGE, especialmente no Palácio do Planalto, mas pesquisas estão sendo feitas para tentar conter essa praga, com ajuda especial de Sérgio Moro, psicologo renomado a respeito do assunto.

Além disso, outros sintomas podem ocorrer, tais Araújo como ansiedade e depressão. Isso porque o jovem que fez o ato de roubar só sente tesão, prazer, quando ele rouba, depois disso ele sente vergonha do que fez e se mata se jogando da ponte, a não ser que ele tenha roubado uma televisão LG digital, 3D, 1.000.000 de polegadas... E depressão, raramente, quando ele se arrepende muito do que fez. E por isso mesmo essa doença não é tão boa quanto você pensava, porque não é só roubar, é roubar e se arrombar junto...

Sei que é clichê, mas não dava pra falar sobre cleptomania sem Eric Clapton, não é mesmo? Dava sim.

Além disso, como consequência o jovem pode ir pro xadrez por conta dos atos que ele fez. Principalmente se for em uma país fuleiro, como Brasil ou Jamaica (porque Jamaica? Não sei...) que não tem um bom psicologo para lhe dar tratamento, ao invés de ir preso. E se isso não acontecer ele pode no mínimo pagar uma multa, levar um esporro, e por aí vai...

Tratamentos e causas[editar]

Essa doença ainda não tem cura, porém existem alguns tratamentos para tentar diminuir os efeitos dessa doença. Um dos tratamentos é ir morar numa ilha deserta entre a puta que te pariu e o nada. Isso porque lá não terá nada para ser roubado, então ele ou ela não terá o menor perigo de sofrer novamente com a doença. Outro tratamento seria comprar um guarda costas para prevenir que a pessoa roube mais alguma coisa, isso se o guarda costas não for um cleptomaníaco.

As causas para essa doença são diversas, e também ainda há poucas respostas para tudo isso. Uma das causas pode ser alcoolismo, porque, não faço a menor ideia, mas é o que dizem... Além disso também pode ser a baixa na produção do hormônio serotonina, que dá prazer à pessoa, no bom sentido. E quando uma pessoa furta algo, isso lhe dá prazer, então acaba se tornando um vicio, mesmo caso de virgens viciados em punheta, ou não.