Desnotícias:Reitor gasta R$ 100 bilhões e duzentos mil na compra de móveis e utensílios

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

Latas de lixo de ouro puro valem mais que dinheiro
Caríssimo abridor de lata adquirido pelo então reitor

BRASÍLIA, Brasil- O reitor Doutor Roberto da Universidade de Chevette (UnB) usou recursos da Fundação de Entretenimentos de Mutretas Tecnológicas (Fimutec) Doutor Roberto comprou várias bugigangas para seu no apartamento a (Fimutec) gastou com ele mais de R$ 100 bilhões e duzentos mil na compra de móveis e utensílios domésticos de luxo e muitos outra coisinhas mais - incluindo 5 latões de lixo do mais puro ouro fino avaliados em R$ um milhão (de) novecentos e sessenta e sete mil e novecentos e noventa e nove mil 999990 e trinta e dois centavos0,32– (vale mais do que dinheiro) cada uma para equipar o apartamento funcional onde mora Mulholland.

Doutor Roberto comprou trinta sacas rolhas com cabo do mais raro diamante negro (Black diamond ) avaliado em R$ (999.999.999.999.999.999.999.998,00) o (reitor) adquiriu também um Belo abridor de garrafas a válido em R$ (Trocentos de Bilhoes e quadrilhões) fora o liquidificador R$ (50.000,00) para fazer vitamina de banana com mamão no qual Doutor Roberto aprecia muito no café da manhã O presidente Invejoso Lula da Silva pediu ao Ministério Público do Distrito Fedorento Distrito Federal que abra investigação contra o (reitor) da Universidade de Brasília (UnB), Lula afirmou em nota exclusiva que seja feita a retirada de toda mobília do apartamento de Doutor Roberto transportando toda ela para sua casa o palácio da alvorada Lula disse também que não abriria mão nem do porta papel higiênico de inox. Segundo o Ministério Público,administrativa e violação do princípio da moralidade pública,aliviou a barra Doutor Roberto alugando para ele um kitnet de 2 metros quadrados e banheiro na cidade satélite de Samambaia.

Reitor Doutor Robertoda (UnB) a Universidade de Brasília


Fontes[editar]