Famicom Disk System

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Famicom Disk System.


Placa80.svg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 80's!
E foi editado por alguém que quase morreu engasgado pela Bala Soft.

Sculpture samurai.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
E joga yakyû até cansar.


Cquote1.png Você quis dizer: Campeão dos Loadings! Cquote2.png
Google sobre Famicom Disk System
Cquote1.png Ele é amarelo! Não toque! Cquote2.png
Tua Mãe sobre o risco de você pegar hepatite amarela
Cquote1.png Esse é da Paz! Cquote2.png
Rasta sobre disquete branco
Cquote1.png E esse é de Macho, porra! Cquote2.png
Qualquer um sobre Disquete azul
Cquote1.png Disk Trouble Err. 22 Cquote2.png
FDS sobre algum problema no seu disquete
Cquote1.png A, B Side Err. 07 Cquote2.png
FDS sobre O disquete estar do lado B

Famicom Disk System era um add-on pro Famicom, e só saiu no Japão.

O add-on[editar]

Um disquete de FDS.

Foi inventado em torno de 1986 (quando saiu Alex Kidd in Miracle World). A Ñ-Entendo praticamente era a dona (e até hoje) dos negócios de videogames no Japão. Todas as empresas de jogos fabricaram jogos pro Famicom. Somente a Cega que quis ficar com o Mark III. Com o sucesso do Famicom desde 1985, nasceu este acessório. Um pouco antes do seu lançamento (21 de Fevereiro) algumas softhouses tinham os Disk Writers, pra programar games pro add-on. A Sharp lançou os dois com a fusão chamada de Twin Famicom sem licença da Ñ-Entendo. O Famicom Twin é o modelo igual do segundo modelo do Dynavision que saiu (o primeiro era o Atari 2600). Voltando ao FDS, esse acessório foi anunciado, porém, nunca lançando nos EUA pro NES. O add-on era conectado na entrada de cartuchos do Famicom e tinha um cabo para conectar em uma porta externa. O add-on tinha um chip de som (primitivo, claro) extra, no qual as músicas tinham um efeito melhor. Porém, esse chip dava interferência em várias coisas (como na Antena da TV por exemplo). Com isso, alguns jogos não utilizavam muito esse chip, e se utilizavam, utilizaram ele só para vozes de personagens. Os disquetes tem dois lados, com capacidade de 64KB cada um (quando chegou o 64DD, os disquetes eram do tamanho de uma pizza, mas tinham 64 MB) cada lado. Muitos jogos utilizaram essa técninca, no qual a maioria dos games requer que vire de lado o disquete. O FDS pode ser ligado com 6 baterias C ou com a tradicional fonte de alimentação (muitos preferem a fonte). Os preços dos disquetes eram mais baratos. Eles eram 3000 Ien (ao invés de 5000 nos cartuchos). Porém, como qualquer idiota sabe, os disquetes tem uma duração de vida mais curta. Mais tarde, a Ñ-Entendo colocou o Disk Writer a venda pra qualquer um. Ele servia pra apagar ou copiar dados de um disquete pra outro (sendo ele existente ou não). No mesmo ano, a Ñ-Entendo soube que os disquetes eram regraváveis (nossa...) e criaram games com uma opção de salvar jogos, como Zelda, Metroid e Kid Icarus. Nos EUA, eram substituídos pelo tradicional Password, ou então, alguns vieram com bateria. A produção de jogos do FDS foi até 1988 (ano que nasce uma nova máquina com algumas capacidades de processadores SIXTEEN-BIT!). A Ñ-Entendo deu suporte ao FDS até 2004. Porém, o FDS faliu por causa que várias empresas piratas (japonesas) tinham o Disk Writter. Com isso, vários jogos de Anime (pra alegria dos Otakus) ou Hentai dessas empresas foram feitos pro FDS (e no meu computador tenho uma par deles, MWAHAHAHAHAHAHA!). Com isso, a Ñ-Entendo ficou puta da vida e cancelou a venda dos Disks Writers, porém, tarde demais: em 1993.

O mascote otaku do sistema: Disk-kun

Sobre os disquetes[editar]

O seu jogo favorito está gravado em um disquete de FDS? Então, mantenha ele bem longe de tudo isso aqui!

Os disquetes de FDS eram + ou - no tamanho dos de 3 e meia polegadas (aqueles que se usa no PC isso é, se alguém ainda usa isso). Os disquetes nem sempre eram amarelos (ou laranjas se você ver em uma foto). Alguns eram brancos, azuis (como Mario Open Golf) ou de outra cor. Os disquetes que eram da Ñ-Entendo viam com seu nome na parte de baixo dos disquetes. Os de outras empresas, não sei se tinha isso. Quanto aos piratas, a palavra Ñ-Entendo foi removida, deixando o disquete mais velho e feio.

E os jogos?[editar]

Não esperem muito, pois a maioria dos jogos dessa bagaça são da Ñ-Entendo e da Come na Mi.

Ver também[editar]

Disquetes de Macho, Porra!
Thumb

Famicom Disk System possui o
Certificado Dedão Bottini de Qualidade!

Na compra do Famicom Disk System, você recebe o Certificado Dedão Bottini de Qualidade,
o que garante a qualidade e a durabilidade do produto. Então, compre! Compre! Compre! DICA: não se esqueça de adicionar a "Garantia Plus Shoptime"