James Sunderland

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
The-last-jedi-rey.jpg Este artigo trata de um protagonista

James Sunderland ganha bem pra caramba para fazer o que faz!

E você está cansado de ouvir falar dele(a).

Goku Ferido.jpg


James Sunderland é um dos protagonistas da série de games Silent Hill. Mais precisamente,fez, sua aparição em Silent Hill 2, e só é um personagem lembrado (e adorado pela maioria dos fãs) por estar no mesmo jogo onde o galã Pyramid Head fez sua aparição.

História[editar]

Sunderland ao descobrir que no final das contas, a prática do onanismo motivada por fetiches depravados nunca leva a finais felizes.

Como todos os personagens humanos da série Silent Hill, Sunderland sofre de graves transtornos mentais. Assim como 110% dos protagonistas dessa famosa série satânica de games, apresenta casos clínicos graves de esquizofrenia e paranoia, e ao que tudo indica, sofre de vários problemas relacionados à suas taras sexuais, já que quase todas as criaturas de Silent Hill 2 apresentam feições femininas (e são violentadas por Pyramid Head). Logo, podemos dizer que atrás daquela cara de "santo" e jeito do cidadão politicamente incorreto, esconde-se um dos maiores pervertidos que a série já teve o prazer de ver. Acredita-se que durante a puberdade, James tenha tido os mais terríveis fetiches sexuais imaginados pela mente humana, o que lhe rendia consecutivas visitas ao banheiro várias vezes ao dia.

Logo, deduz-se que além de esquizofrenia e paranoia, James também sofra de um caso um pouco ameno de dupla personalidade. Isso porque, apesar de andar bancando o bom samaritano para os quatro cantos de Silent Hill só para sair bem na fita e conseguir cativar os fãs mais sentimentais (inclusive, não seria uma grande surpresa se James tentasse ajudar até mesmo os monstro que ficam vadiando pela cidade); James mostra-se um completo doido varrido com suas paranoias e alucinações, e em dados momentos, ele é descrito como sendo mais grosseiro do que aqueles alemães viciados em chucrute que ficam enchendo a cara de cerveja no boteco da esquina.

Encarando a própria culpa[editar]

James vive sendo completamente perseguido pela sua culpa (literalmente), por ter sido um tremendo inútil incapaz de ajudar a própria esposa em seu leito de morte, que encontrava-se em estado grave após ter adquirido uma doença desconhecida que mesclava gripe suína, gripe aviária e doença da vaca louca. Pelo contrário, ao invés de tentar ajudar a coitada, James ficou ocupado demais tendo fetiches sexuais com a esposa moribunda, imaginando-o com roupa de enfermeira, e em momentos de perversão maior, tendo desejos sexuais por ela assim mesmo, doente.

Após a morte da mesma, sua culpa foi tamanha, que James também acabou entrando em um ciclo interminável de depressão. Prova disso é que ao longo do jogo observa-se cometendo vários atos suicidas sem qualquer tipo de receio, como por exemplo saltar em buracos gigantes, meter a mão dentro de vasos sanitários fétidos (ainda mais porque Silent Hill nunca apresentou um sistema decente de encanamento, e todos os dejetos produzidos em um lugar da cidade sempre acabavam parando na casa dos vizinhos), enfiando a mão em paredes medonhas e andando pelos becos mais escuros da cidade mesmo sabendo que o lugar estava infestado de aberrações e demais pragas do Capeta. Com isso tudo, podemos concluir que Sunderland é um dos personagens mais loucos perturbados psicologicamente nos games.

v d e h
Silent Hill logo.png