Jordan Grand Prix

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Jordan Grand Prix faliu!
Graficozero.JPG Nem o Tio Patinhas quita suas dívidas!

Veja outros que ficaram no vermelho.


Cquote1.svg Eu torço pelo amarelinho Cquote2.svg
Desentendido sobre Temporada de Formula 1 de 2007
Cquote1.svg 1...2...3... Cquote2.svg
Amarelinha sobre Jordan
Cquote1.svg Não quero mais saber dessa porra não!!! Cquote2.svg
Eddie Jordan desistindo de tudo
Cquote1.svg Que merda!! Só ganha da Minardi Cquote2.svg
Ex-torcedor da Jordan sobre Jordan

Jordan Grand Prix foi uma equipe de Formula 1 que por um momento até conseguiu alguma coisa, mas depois que seu dono, Eric Jordan fechou a mão e murrinhou dinheiro aí já viu, a equipe faliu.

Jordan em seu esplendor

Carros de cor amarela, eram facilmente identificáveis, sendo a segunda equipe até hoje que Galvão Bueno não errou o nome (a primeira é a Ferrari e Galvão Bueno sempre errava o nome da equipe Jordan na época que sua cor era um verde sem graça).

Trajetória de (in)sucesso[editar]

Um ricaço chamado Eddie Jordan resolveu criar uma equipe de Formula 1 investindo todo seu precioso dinheiro nisso.

A Jordan começou no kart, sempre em décimo lugar, depois evoluiu para a Formula 3000 Holandesa, depois participou da Formula 2001 Neozelandesa e finalmente figurou na Formula 1.

A Jordan era conhecida como otária trampolim de pilotos nos bastidores da Formula 1, pois tudo quanto é piloto famoso já pilotou seus carros e rapidinho eram contratados pelas equipes mais ricas.

Outro reconhecimento atribuído a equipe Jordan era o de Cemitério de Pilotos, pois foi a equipe que encerrou a careira de diversos velhinhos da Formula 1.

Fisichella ganha o GP Brasil de 2003 após destruição de absolutamente todos os carros da pista. A gravura já retrata a guerra

Houve uma época em que todas as outra equipes estavam tão ruins que a Jordan conseguiu exelentes resultados e tirando onda ainda pintou uma serpente no bico dos carros. Porém descobriram que aquilo era uma mensagem subliminar de apelo sexual (cobra-bico). Nessa época de ouro a equipe conseguiu até primeiro lugar.

Tudo Acaba[editar]

Espetacular terceiro lugar de Monteiro no Grande Prêmio dos Etados Unidos de 2005. Uma façanha pois o carro era infinitamente inferior aos outros 18 competidores (detalhes a parte)

A Jordan perde diversas peças de seus carros, reduzindo-os a calhambeques. Ao apagar a cobra do bico de seu carro por imposição da FIA, a Jordan regrediu vertiginosamente até disputar as últimas posições e chegar ao cúmulo de disputar posições com a Minardi.

Disputar com a Minardi é humilhação! Eric Jordan pede a conta e vai embora da Formula 1.

Uma máfia russa chamada Midland F1 Racing comprou a equipe, lavou dinheiro na temporada 2006, para não dar bobeira venderam rápido a equipe para a Spyker que foi disfarçada repassada para a Force India.

Cagadas[editar]

Os três melhores resultados da história da Jordan são frutos de uma combinação absuda de fatores, configurando uma cagada:

Sem esquecer da quase cagada que o Heinz-Harald Frentzen fez em colocar a equipe em condições de vencer a temporada de 99