Maconhapédia:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

7px-Bullet red.jpgBem-viiiiindo, brow! 7px-Bullet red.jpgFalaêêêêêêê... 7px-Bullet red.jpgQual é a treeeeeta, maaaano? Fica suaaveee e vem dá uns trago cum nois!
7px-Bullet red.jpgEsse bagulho é de primeeeeeeira, mano!! 7px-Bullet red.jpgIh, olha nóis na midia, mano! Que iraaaaaaado! 7px-Bullet red.jpgChega aí cumpaaaaaade, aproveita que é bagulho do bom!
7px-Bullet red.jpgPode pega, a primeira é de grátis! 7px-Bullet red.jpgCORRE NEGADA, A PULIÇA TÁ VINDO! 7px-Bullet red.jpgVai um cachimbo da paz aew, mano?

A encicropédia mais cheia do bagulho pra nóis edita e fica doidãããããão, mano!
Wbar blue.jpg
Oswaldo Cruz transforma febre amarela em tinta de parede

A febre amarela é uma doença japonesa da Mongólia Chinesa este vírus provoca um amarelidão na pele nativa (o vírus da febre amarela quando não mata; o sujeito morre assim mesmo.). Existe no sistema de saúde hoje uma vacina muito forte para matar japoneses transmissores desta doença terrível.

Apesar de ser japonesa, a febre amarela surgiu na Mongólia, onde a população era imune aos sintomas (sim, porque eles já eram amarelos mesmo). A febre amarela surgiu da união da febre comum asiática com a mistura da febre espanhola com a febre Camargo. Surgia então a mais poderosa arma biológica febril. O exército de Genghis Khan levou a doença para a Zoropa, onde os então branquelos se transformaram em amarelões. Muitos morriam de infarto, devido ao susto em ver a pele toda amarela, mas outros levaram na esportiva e se mudaram para o Japão. Graças a esta migração, a febre amarela se naturalizou japonesa e se espalhou pelo mundo todo.

A febre amarela chegou ao Brasil em navios japoneiseiros cheios de chineses, mongolianos e vietinamitenses. O povo viajou dentro de porões enormes atracando em Salvador, na Bahia, no ano de 1939. Isto aconteceu no período da Segunda Guerra Mundial trazendo para o Brasil esta doença.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter


Wbar green2.jpg


A nobre bandeira descíclope.


"Pode beijar a noiva!", disse o padre...


Wbar green3.jpg



Wbar green1.jpg
Terremoto leve.jpg



DesNotícias (sem texto).PNG Veja mais em DesNotícias.
Wbar pink.jpg
Cquote1.svg Esse bagulho é do bããããão!! Cquote2.svg

Indice.gif

Artalt.jpg Arte

Cinema · Culinária · Literatura · Música · Linguística

Nuvola apps edu languages.jpg
Política

Ideologia · Político · Presidentes do Brasil

Crystal Clear app Login Manager.jpg
Biografias

Biografias

Nuvola apps package favorite.jpg
Saúde

Doenças · Drogas

Sciences exactes.jpg
Ciência

Astronomia · Biologia · Física · Matemágica · Qui-mica

Société.jpg
Sociedade

Diversão · Religião · Jogos · Ladrões

Sciences de la terre.jpg
Geografia

Países · Economia · Turismo

Nuvola apps mycomputer.jpg
Tecnologia

Informática · Telecomunicações · Sexo · AAAAA

Wbar white.jpg
Projetos paralelepípedes
A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre: