N'Sync

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

N'Sync
N-sync-this-i-promise-you.jpg
NÓS NÃO SOMOS GAYS!!
Origem {{{origem}}}
País Flórida, Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Período 1995 - 2001
Gênero(s) Pop.
Gravadora(s) {{{gravadora}}}
Integrante(s) Justin Timberlake;
JC Chasez;
Lance Bass;
Joey Fatone;
Chris Kirkpatrick.
Ex-integrante(s) {{{exintegrantes}}}
Site oficial {{{site}}}
NovoWikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: 'N Sync.

Cquote1.png Você quis dizer: Eles cinco Cquote2.png
Google sobre N'Sync
Cquote1.png Você quis dizer: Backstreet Boys Cquote2.png
Google sobre N'Sync
Cquote1.png Experimente também: Menudo Cquote2.png
Sugestão do Google para N'Sync
Cquote1.png É O N' SYNC! Cquote2.png
Milhouse sobre N' Sync
Cquote1.png Graças a esta banda eu me tornei famoso. Cquote2.png
Justin Timberlake sobre N'Sync
Cquote1.png E foi graças a esta banda que me assumi e sai do armário! Cquote2.png
Lance Bass sobre N'Sync
Cquote1.png Graças a essa banda, nós ganhamos muito dinheiro em cima dos trouxas. Cquote2.png
Gravadoras Malvadas sobre N'Sync
Cquote1.png Eles foram nossos predecessores. Cquote2.png
Emos sobre N'Sync

O que é isso, caralho?[editar]

Yvan eht nioj!

N'Sync (também conhecido como 'Nsync, #Nsync, @Nsync ou @enisinque) é, ou melhor, foi (pois já caiu no esquecimento) um grupo com transtorno de gênero do gênero Boyola band nascido na Terra do Tio Sam, que fez algum sucesso na virada do milênio, quando a maioria dos nerds ainda usava Windows 98 e a Britney Spears ainda era uma santa imaculada.

A formação original era composta por Justin Timberlake, JC Chasez e mais 3 desconhecidos, sendo um gordo, um orelhudo e um gay, até então, enrustido. O auge da carreira do grupo, foi quando participaram de um episódio do desenho/seriado/novela/reallity show Os Simpsons.

A banda teria se formado quando Justin Timberlake, um viado de voz esganiçada encontrou outros amiguinhos emos e noobs com os quais se divertia na Disneylândia.

Na falta de coisa melhor para se fazer, uma vez que a tal turminha já tinha se cansado de brincar com o Mickey, o Pato Donald, o Pateta e o Tio Patinhas, eles resolveram, com a ajuda do empresário Peter Pan, formar uma banda para tocar algumas baladinhas idiotas a um estilo meio remake do Duran Duran, meio remake do Menudo, a exemplo do que já tinha feito os Backstreet Boys.Sendo eles compostos só de idiotas que nem sabiam cantar e fikavam só mexendo os lábios achando que todos eram completos retardados de ainda ovir, a banda acabou depois que justin não quis tranzar com lance.

Para que completassem o estereótipo que diz que todo integrante de boy band tem sexualidade contestável, se formaram na Flórida, o Pênis da América, mostrando que pegaram bem a essência de o que é estar em uma boy band (Ui!).

Origem do Nome[editar]


O nome foi escolhido, acredite se quiser, pela mãe de Justin Timberlake. O nome faz referência a uma das tarefas preferidas de Bieber Timberlake: lavar louças. A grosso modo "NSYNC" significa "na pia", sim, isso mesmo, pia de lavar louças, ou 'sink' em inglês. O "N" é abreviatura de "in" (preposição do ingreis para no, na, em), por isso também ás vezes se usam sinais de pontuação diversos antes do N. E a Sra Timberlake sugeriu trocar o "K" de 'sink' no final pelo "C" pra não dar tanto na cara que eles eram gays enrustidos sem criatividade.

Nsync foi um nome que agradou pois soava legal (apesar de gay), e o grupo tinha uma lista com vários nomes péssimos que seriam possivelmente dados ao grupo, entre eles Spice Boys, Simpsons 5, Bacstreetsync, Backboulevard Boys, Blackstreet boys, este último não colocado pois não havia nenhum negro no grupo.

Biografia[editar]

Apresentação do grupo Nsync ao lado do Rei do Pop, Michael Jackson, mostrando que talvez não desaprovassem os abusos de Lou Pearlman.


O grupo surgiu por idéia do pedófilo empresário Lou Pearlman, enquanto assistia ao programa Club do Mickey, no qual os únicos dois Nsync famosos trabalhavam ao lado de Britney Spears e Christina Aguilera, todos ainda pirralhos. Lou esperou o programa parar de fazer sucesso (e os mancebos ficarem um pouco mais másculos) para então convidar Justin, JC e mais 3 desconhecidos com alguma potência vocal para molestar formar um grupo pop.

Na realidade, o grupo não foi uma idéia de Lou, e sim um auto-plágio, pois Lou Pearlman já havia criado um grupo de 5 garotos da rua de trás para cantar, dançar e ser motivo de piadas.

Assim como os Backstreet Fighter, o Nsync começou sua carreira fora de sua terra natal. Seu primeiro disco foi lançado na Alemanha em 29 de fevereiro de 1903 e agradou o público, em sua maioria, meninos adolescentes que queriam ser gays mas não sabiam como meninas adolescentes que já gostavam de Hanson, Nick Carter & CIA LTDA, Spice Girls e toda essa melosidade do fim dos anos 90. Em 1998 fizeram seu primeiro show em solo indígena: substituíram os Frontstreet Boys em um show na Disney, fato que fez com que o Nsync ficasse marcado para sempre como uma cópia do outro grupo de garotos já citados tantas vezes no artigo que não há mais piadas a respeito deles. A partir daí, começaram a fazer diversos shows e turnês em diferentes lugares do globo, coisa que todos os outros cantores e bandas também fazem.

O Nsync e os Manos da quebrada de trás abriram processos na justiça contra Lou Pearlman, criador e produtor de ambas as bandas, alegando abuso sexual. AJ Mclean chegou a confessar que Lou promoveu encontros em que integrantes de ambos os grupos interagiam com ele nessas empreitadas sexuais por dinheiro.

Integrantes[editar]

Justin Timberlake[editar]

O exato momento em que as tetas de Janet Jackson saltam para fora. Justin Timberlake assustado por não estar acostumado a ver peitos.


Justin Randall Timberlake (Memphis, 31 de janeiro de 1981) é o principal membro do grupo, tendo solos e "ooh yeaaah's" em todas as músicas do grupo e também o único que continua famoso até hoje. Justin Timberlake não se incomoda em seu nome ser pronunciado errado e nem joga a franja para o lado, mas pode ser classificado na mesma categoria gay ídolo teen de seu chará Justin Bieber (a saber "djasten"), mas claro, com muito mais glamour. No Nsync, Timberlake foi o líder da luta contra Lou Pearlman, promovendo passeatas e paradas em cidades dos EUA como Orlando, New York, Las Vegas e algumas cidades remotas do Arizona. Durante o período do Nsync, Justin Timberlake teve um longo romance com a ex-colega de programa atual garota de programa Bitchney Spears e os dois se tornaram os queridinhos do mundo da música, querendo ser copiados por todos os adolescentes retardados que escutavam suas músicas e iam a seus shows.

Timberlake começou carreira solo após um recesso do grupo, voltando ao Nsync apenas para mais um álbum falido não muito bem-sucedido chamado Celebrity, que vendeu apenas 3 cópias no continente americano e 5 no resto do mundo, entrando assim para o topo da lista da Bilboard como disco que menos vendeu na história da música.

Após o fim do grupo, Justin Timberlake lançou vários álbums com nomes estilo torcadilhos, como seu primeiro álbum Justified. No final de 2003, Timberlake abriu um processo contra a rede de trash-food Mc Donald's por terem usado sua música "I'm Lovin' It" numa extensa campanha publicitária chamada "I'm Lovin' It" (No Brasil, Amo muito tudo isso). Não teve nenhuma música fenômeno de 2002 até 2006 quando lançou o Single Sexyback, que foi bem aceito no mercado pornográfico fonográfico.


Justin também se envolveu num caso que ficou conhecido como "O Escândalo do Superbowl". Na final do SuperBowl de 2004, ele foi convidado a se apresentar ao lado de uma das menos famosas cantoras norte-africanas, Janet Jackson, (famosa por ser a culpada de tantas plásticas de seu irmão Michael Jackson (in memorian) devido ao fato de que Michael queria ser parecido com ela). A apresentação de Justin e Ivete Sangalo Jannet foi marcada por um incidente no final da música. Justin arrancou a rtoupa de Jannet de modo que deixou uma das pechugas da moça expostas em rede nacional, ao vivo. Pessoas próximas a Jannet dizem que Justin estava cortejando Jannet durante os ensaios do show, o que talvez explicaria tamanha falta de pudor de ambos ao se submeterem ao incidente. O fato causou imensa polêmica e mudou de uma vez para sempre a história da tv ao vivo: todas as transmissões ao vivo nos Estados Unidos foram atrasadas, ou seja, o que aconteceu agora só será transmitido daqui 1 ou 2 minutos. Justin Tiberlake e Janet Jackson foram processados e muito criticados, e Justin teve de se desculpar pelo ocorrido ao vivo num programa de tv passando assim o maior carão de sua vida.
Atualmente, após ter ganhado muito dinheiro com toda essa balburida já mencionada, Justin Timberlake resolveu tentar a vida como ator pornô, atuando em muitos filmes de pouco sucesso, como aquele sobre o Facebook.

JC Chasez[editar]


Joshua Scott Chasez (8 de agosto de 1976) é o mais alto do grupo e sempre o segundo a cantar (sempre após Justin Timberlake). JC trabalhou ao lado de seu amigo-líder Justin e com as gostosas garotas Britey Spears e Christina Aguilera no programa Clube do Mickey, do qual levou sérios traumas para a vida adulta. Joshua ficou conhecido pelas tentativas frustradas de copiar o cabelo de Nick Carter e foi motivo de piada na Desciclopédia em sites e programas de humor devido ao fato de que o corte de Nick não ficava bom em seu cabelo crespo.

No período em que fez parte do Nsync fazia as mesmas coisas que Justin Timberlake, exceto pegar a Britney Sperma.

JC foi acusado de bestialidade por causa de um vídeo da MTV America, num show em Atlanta onde beija um golfinho na boca. (Este vídeo está disponível no YouTube e é recordista de acessos). Foi aconselhado pelos colegas de grupo a se tratar, mas negou-se a fazê-lo até que se encerrassem as atividades dos grupo.

Em 2004, lançou seu primeiro álbum solo chamado Schizophrenic, o que reforçou o fato de que ele tem séiros traumas de infância, talvez por culpa de Lou Pearlman, talvez por seus colegas de trabalho no programa Clube do Mickey. Em 2006, houveram boatos de que JC havia falecido, porém ele desmentiu o fato numa entrevista concedida à revista Time. Atualmente, JC é jurado de um programa na MTV chamado America's Best Dance Crew (Melhor Dançarino do Créu da América).

Lance Bass[editar]

Lance Bass em uma de suas poucas aparições na mídia resolve gritar ao mundo o que todos já desconfiavam: "Eu sou uma bichona"


James Lance Bass (Laurel, 4 de Maio de 1979) é o Nsync reprimido. Sabe-se pouco a respeito dele, e não se tem conhecimento de sua voz pois ela nunca foi gravada em álbum nenhum do Nsync, o que tem levado muitos a acreditar que Lance era apenas o coreógrafo do grupo. Entre as poucas aparições na mídia, a mais famosa foi em 2006, quando Lance assumiu a sua homossexualidade e seu affair com um brasileiro, sim logo um brasileiro fazendo parte dessa festa. Atualmente, Lance Bass trabalha como figurante de filmes. Disse que não assumiu antes da banda acabar com medo de perder o amor das Gurias Retardadas que achavam que ele tomaria jeito e se tornaria macho também... Hoje namora um cara que dava uma de machão no reality show, mas que se revelou o mais perfeito Alexandre Frota.

Joey Fatone[editar]


Anthony Joseph "Joey" Fatone, Jr. (nascido em 28 de janeiro de 1977) é o Nsync gordo, do qual o unico registro que se tem é que ele cantava como barítono (barítono é um registro vocal masculino que se encontra entre o baixo e o tenor. É uma das vozes mais comuns em cantores, ou seja, ele era apenas alguém preenchendo espaço no grupo, pois não seria dificil encontrar alguém melhor, mais magro e mais bonito). Por esta razão, alguns dizem que ele teve um caso com Lou Pearlman, pois não haveira outra explicação para mantê-lo no grupo.
Joey tem uma única parte solo em toda a discografia do Nsync. Na música Dirty Pop, é ele quem fala a frase bem apropriada para seu porte físico: "Men, I'm tired of singin'".

Chris Kirkpatrick[editar]


Christopher Alan Kirkpatrick (17 de outubro de 1971) é o Nsync orelhudo e mais velho do grupo. Ele com certeza é o mais desconhecido dos três desconhecidos. A ultima aparição de Chris na midia foi no programa de Oprah Winfrey como exemplo de alguém que adotou um cãozinho num canil em Vermont. Atualmente, Chris tem uma banda da qual também se sabe pouco a respeito e que não faz sucesso. Foi processado pelo pessoal que coordenava o seriado Jornada nas Estrelas por ter usado o nome de dois personagens da série em seu nome "artístico", sendo que por isso mesmo, perdeu a chance de seguir o caminho de seu mestre Justin e que por isso mesmo ficou a ver navios.

Singles[editar]

Segue uma lista de singles do Nsync:

  • "I Want You Back" (Te Quero de Costas)- Há também uma versão alternativa intitulada "I Want You Backstreet Boys"
  • "Here We Go" (Aqui Vamos Nós)
  • "For The Girl Who Has Everything" (Bate, Garota Veneno!)
  • "U Drive Me Crazy" (Você Me Deixa Louca)
  • "Merry Christmas, Happy Holidays" (Eu Acredito em Papai Noel)
  • "I Drive Myself Crazy" (Eu Dirijo Locão)
  • "Bye Bye Bye" (Falou, mano!)
  • "It's Gonna Be Me" (Vou Ser Mais Eu)
  • "I'll Never Stop" (Não Para)
  • "Pop" (Popo)
  • "Gone" (Que o Diabo te Carregue)

Boatos[editar]

Há uma teoria da conspiração dizendo que estaria planejada para 2009 uma volta do grupo as paradas, a exemplo do que tinha ocorrido com muito sucesso com os seus "concorrentes" de virada de milênio chamados Backstreet Boys.

No entanto, isso não foi confirmado, uma vez que o empresário da banda foi preso por sonegação fiscal e a grande estrela da banda de boiolas, que está sendo um grande sucesso fora dela, deu uma banana para uma possível volta do grupo a organização original.

Enquanto isso, há uma espera enorme de Gurias Retardadas na maior expectativa de ver o que acontece, uma vez que até mesmo bandas ressuscitadas dos anos 80 fazem sucesso na mesmice cultural de hoje.

Palcovazio.jpg N'Sync já acabou!

Cquote1.png Ah, mas também já tava demodê né, gen-tê? Cquote2.png

Clique aqui pra ver os grupos que non eczisten mais.