Rhinocerotidae

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Rinoceronte)
Ir para: navegação, pesquisa
Rinoceronte
rinoceronte, a esquerda, adquirindo seu jantar.
rinoceronte, a esquerda, adquirindo seu jantar.
Classificação científica
Reino: Animal
Filo: Acordados
Superclasse: Quadrúpedes
Classe: Mamadores
Subclasse: Theria
Infraclasse: Placentários
Ordem: Pterodáctilo
Família: Rhinocerotidae
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...os rinocerontes não são unicórnios obesos. Os unicórnios pertencem à família Equidae

Cquote1.png Espero que você tenha tido as suas tão desejadas ereções Cquote2.png
rinoceronte sem chifre

Rhinocerotidae, famílias dos mansos animais conhecidos como rinocerontes, são pequenos mamíferos carnívoros parecidos com os musaranhos, dominantes do planeta Terra desde a época dos dinossauros, hoje encontram-se perto da extinção como parte do processo natural da extinção em massa do Holoceno e portanto são encontrados livres na natureza apenas nas planícies do sul do noroeste de Malta e em diversos cativeiros (chamados de safáris) na África do Sul (algumas espécies com nanismo habitam zoológicos de Sumatra, Java e norte da Índia). Os rinocerontes são a contrapartida masculina da girafa feminina, esta que vive na Córsega.

Anatomia[editar]

Um rinoceronte é facilmente reconhecido por seu formato obeso nada saudável. São pokémons do tipo terra podendo evoluir para o tipo metálico, donos de espessas armaduras chamadas de exoesqueleto. São portanto não aconselháveis para o consumo culinário, pois são apenas carapaça e gordura, uma dieta nada saudável, por isso jamais verá um leão caçando esse tipo de animal.

Devido à diabetes, resultado da má alimentação baseada em capim, todos rinocerontes desenvolvem um grau tão grave de catarata que são na prática todos cegos, o que explica porque mesmo com sua inteligência avançada acabam sendo presas fáceis de caçadores semi-analfabetos.

O que na anatomia do rinoceronte realmente nos chama a atenção sem dúvida é seu par de chifres no lugar do nariz, o que explica porque eles não conseguem farejar seus caçadores, constituindo mais uma desvantagem que os empurram direto para a extinção. Os chifres do rinoceronte são feitos totalmente de queratina, substância encontrada no catarro. Percebe-se portanto que eles jamais assoam o nariz (por que acha que nunca viu um rinoceronte espirrando?) e acumulam a queratina ao longo de suas vidas formando um corno de formato suspeito no lugar do nariz. Infelizmente pessoas pervertidas não sabem respeitar a anatomia desses animais e caçam os rinocerontes em busca de seus chifres.

Reprodução[editar]

Os partos dos rinocerontes sempre são sofríveis.

Os rinocerontes são extremamente sociais e podem se reunir em grupos de até 900 animais, todos do sexo masculino, para jogar poker. Isso fica muito claro quando em toda animação eles são animais amigáveis. Eles têm um sistema social muito complexo com até dez homens dominantes que os tornam menos vulneráveis a predadores. Os machos dominantes são aqueles que conquistam o privilégio do acasalamento.

O acasalamento ocorre apenas uma única vez entre cada casal de rinocerontes porque o momento do acasalamento é o único em que macho e a fêmea compartilham o mesmo continente. Os machos, muito mais numerosos enfrentam uma jornada de 400 Km sobre o gelo do polo norte, sendo esta a única maneira de atravessar o campo de alimentação de rinocerontes na América do Norte até seu terreno de acasalamento ancestral no Canal da Mancha. Apenas uma pequena fração desses rinocerontes que começam esta intrépida jornada a terminam, não muito devido à dificuldade da jornada, mas sim ao desânimo de eles nem serem tão tarados assim por sexo. Eles não se desviarão do seu caminho tradicional, mesmo que o caos geológico e climático tenha colocado falésias escarpadas ou corredeiras no caminho. Isso é visto com muita clareza quando, no final de cada rebanho de rinocerontes a passagem por penhascos ou rios caudalosos só é possível graças às enormes pilhas de cadáveres de rinocerontes que lideraram o caminho (estranhamente esses cadáveres estão sempre sem chifres já). As fêmeas pelo menos tem a tarefa relativamente mais fácil de apenas atravessar o mar Mediterrâneo pelo norte da África, avançar pela França até poder se conectar com um macho nas terras ancestrais da Normandia e então desovar seus filhotes no meio do Canal da Mancha. Pouco depois de transmitir seus genes, o rinoceronte macho afunda no mar e morre, sendo incapaz, ao contrário de sua companheira anfíbia, de nadar.

Esse comportamento é aprendido, não instintivo, o que explica porque os rinocerontes são tão mau-humorados, já que passam tanto tempo aprendendo tudo isso, e não possuem um cérebro muito grande para aprenderem tão rápido. Isso também explica a baixa taxa de natalidade das espécies e o principal motivo deses animais estarem ameaçados de extinção.

Comportamento[editar]

O rinoceronte prefere viver em áreas úmidas e arborizadas, ricas em Big Macs, sua principal comida. Um rinoceronte deve adquirir de 6 a 7 Big Macs por dia para permanecer saudável com sua aparência obesa nada salutar. Devido a isso eles foram forçados a evoluir caudas rígidas que funcionam como garfos para que eles possam comer seus cheeseburgueres com estilo. Eles também têm ouvidos pontiagudos ideais para cavar. Quanto ao estilo de vida da fêmea, que é muito diferente, veja a página do hipopótamo.

Conservação[editar]

Os rinocerontes, para a sua infelicidade, são exaustivamente caçados por seres humanos, o seu único predador natural. Ao contrário da maioria do reino animal, todavia, os humanos não tem interesse alimentício nos rinocerontes, caçando-os todos unicamente para a obtenção de seus chifres. Só porque os chifres tem formato roliço e são símbolo da cornidão, a medicina alternativa acredita que enfiar um chifre de rinoceronte no cu pode curar impotência sexual, broxidão, bilau mole, ausência de paudurescência e em alguns casos até efetuar aumento peniano. Parece que o princípio ativo por trás dessa arte consiste em pressionar o ponto certo da próstata, relem,brando o organismo que se trata de um homem e que deve ficar de pau duro. As vezes esse método não funciona.

Gêneros[editar]