Super Mario 64

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Virtualgame.jpg Super Mario 64 é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Link se transforma num coelhinho rosa no Dark World.


Super Mario 69
Super Mario 64 cover.png

Capa do jogo quando relançado com 1024px de qualidade após o lançamento do Expansion Pak

Informações
Desenvolvedor Não-intendo
Publicador Não-intendo
Ano 1996
Gênero Plataforma
Plataformas Nintendo 64
Avaliação 8/10
Idade para jogar Todas as idades

Cquote1.svg It's-a me, Mario! Cquote2.svg
Mario no começo do jogo
Cquote1.svg HERE WE GO! Cquote2.svg
Mario quando ganha uma estrela
Cquote1.svg Foi feito em 1964? Cquote2.svg
Abestalhado que não entende nada sobre Super Mario 64
Cquote1.svg Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada Cquote2.svg
Vinícius de Moraes sobre Castelo da Princesa Peach
Cquote1.svg Grande coisa. Cquote2.svg
Sonic sobre Super Mario 64
Cquote1.svg Cadê eu? Cquote2.svg
Luigi sobre Super Mario 64

Super Mario 64 é um jogo de plataforma da Não-Intendo lançado em 1964, daí o nome do jogo, e considerado uma revolução na época de seu lançamento (tudo quanto é videogame lançado é revolução) porque pela primeira vez um boneco podia se movimentar livremente num cenário tridimensional, revolução esta que permitiu a criação de diversas pérolas dos games como Prince of Persia 3D, Bubsy 3D e Superman 64. Mario, o famoso mascote da Não-Intendo, pode finalmente trocar de boné, já que o seu boné favorito já estava meio fedido depois de tantos anos de uso.

Desenvolvimento[editar]

Apesar do jogo teoricamente ser direcionado a um público infantil, inimigos medonhos que causam pesadelos estão presentes, como é o caso do piano do capeta responsável pelo primeiro jumpscare da história dos videogames.
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...As janelas do castelo existem somente por fora, por dentro do castelo não tem janelas.

Lá pelos idos de 1996 a Não-Intendo estava percebendo que precisava diversificar o mercado comprador de games. Querendo atingir o público infantil, pois os pais queriam se livrar de suas crianças chatas e birrentas e nada melhor para acalmar essas pestes do que um NINTENDO SIXTY FOUR!!, criou-se um jogo para essas crianças que trouxesse um conteúdo sugestivo sobre passar por uma aventura e tanto só pra pegar uma mulher. Ao final do jogo há 120 putas que soltam purpurina quando são pegas! Além das mulheres ao final da fase, Mario ainda aproveita para conversar com as bombas-fêmeas que estão sempre dispostas à sair com Mario para satisfazer seus desejos, estas que são encontradas nos puteiros e no terreno da esquina.

Outro traço característico da orientação do jogo a um público de machos beta aparece mais para o final do jogo quando Bowser não é nada mais que um pai de família no qual você tem que levanta-lo pelo rabo e jogá-lo numas laranjas delícia.

Foram criado vários mundos cheios de campos verdes, assim como mundos semi-destruídos e cheios de porra vermelha, além de uns desertos de faraós.

Shigeru Miyamoto é um assumido grande fã de Meninas Super Poderosas e Dragon Ball Z, por isso adora personagens fortes. Porém ele não podia criar o Mario todo musculoso no jogo por falta de polígonos, mas decidiu deixar ele poderoso de outra forma: O Mario, nas mãos experientes de japoneses malucos é basicamente o Neo de Matrix, só que menos patético e pode fazer coisas insanas como terminar o jogo com 16 estrelas ao invés de 120, subir no castelo sem porra nenhuma e atravessar paredes, coisas que não deveria ser possível fazer, mas que o Mario faz mesmo assim. Diz a lenda que se alguém conseguir acabar o jogo com NENHUMA estrela, agentes da Matrix irão aparecer e se você por milagre ganhar deles, finalmente você poderá jogar com o Luigi e depois se repetir a mesma façanha com o Luigi destrava o Waluigi.

Jogabilidade[editar]

São diversas tarefas as quais o Mario precisa concluir para ganhar estrelas. Sequestrar pinguins é só uma delas.

Neste jogo, Mario precisa conseguir poderes especiais para derrotar os inimigos e concluir o seu objetivo principal que é realizar o feito inédito de salvar a princesa. Super Mario 64 destacou-se por ter sido o primeiro jogo 3D da história trazendo uma câmera rotativa controlada por uma tartaruga com óculos carregada em uma nuvem (se você acha isso estranho, espere para ver Super Mario Galaxy). Para chegar à princesa Mario precisa coletar estrelas em mundos lisérgicos escondidos atrás de quadros mágicos que levam o jogador a dimensões paralelas.

Enquanto caça as estrelas Mario pode manter sua ganância e coletar moedas também. Essas moedas, por algum motivo que desafia a lógica da biologia, curam a saúde do Mario causa tenha sofrido dano. Existem moedas de diferentes tipos: As mais comuns são as moedas amarelas, feitas de cereal e biscoito, o principal alimento do encanador, e se Mario ingerir 100 delas pode defecar uma estrela secreta; Há também as moedas vermelhas, feitas de alcaçuz e sangue de boi, se Mario ingerir 8 delas vai defecar uma estrela; e finalmente as moedas azuis, feitas de pirulitos fermentados, estas são especiais e exigem que você use suas nádegas para atingir uma caixa mágica e fazê-las aparecer.

Ao explorar as fases coletando estrelas e moedas, mario comumente vai se deparar com buracos no solo sem aparente fundo. Esses buracos são na verdade canhões que permitem transformar Mario numa bala humana e jogue atirando-o para algum lugar distante sem quebrar nenhum osso, pois Mario é imune a quedas longitudinais, recebendo danos apenas por quedas latitudinais (que, aliás, reduzem pela metade sua expectativa de vida, mais que consumo de tabaco causa câncer de pulmão).

Chapéus[editar]

Um elemento imprescindível na gameplay do jogo é o boné que Mario sempre usa na cabeça. Quando ele o perde o boné, geralmente graças ao macaco fedorento que o rouba, uma neurotoxina infecta o sistema nervoso do encanador, fazendo com que ele sofra o dobro do dano ao ser atingido. O único antídoto para essa condição é recuperar o boné ou resetar o jogo.

  • Chapéu com asinha gaulesa - Chapéu especial que nega as leis da física e permite ao Mario voar livremente mesmo que umas asinhas minúsculas daquelas são sejam o bastante para sustentar um corpo tão grande. Mas nem tudo é simples, você terá que executar 3 pulos consecutivos senão continuará no chão, e nunca haverá espaço o bastante para dar esses pulos, e quando finalmente conseguir alçar voo, a duração do efeito é tão curta que você logo cai lá do alto. Outra maneira de voar é usar um canhão e esperar que Mario grite "Yiiipieee!".
  • Chapéu metalizado - Composto de lentilhas transgênicas que transformam Mario em uma toupeira de ferro quando ele o veste. Sob os efeitos desse boné, Mario pode andar embaixo da água sem respirar, pesar muito, resistir ao fogo, posar como uma estátua de bronze, pesar muito, enferrujar-se, andar devagar e pisar em botões gigantes debaixo da água, pesar muito, ser cagado por pombos, destruir inimigos ao contato e pesar muito.
  • Chapéu da invisibilidade - Outro boné que também causa efeitos mutantes em Mario, mas desta vez lhe dá a capacidade de se tornar intangível. Com esse objeto, você poderá atravessar certas paredes de metal, mas não as duras, já que Mario tem um trauma que causa fobia de cimento e tijolos, talvez devido ao seu passado terrível que consiste em acertar blocos com a cabeça para conseguir dinheiro e drogas em forma de cogumelo. O efeito desse boné, assim como os outros, dura o tempo suficiente para que o efeito desapareça quando você está a dois passos de chegar à parede em que deseja usá-lo.

Fases[editar]

Não fume! Fumar pode levar você á ser um bloco de cimento além de estragar os dentes, deixar seus olhos vermelhos e com pálpebras escuras (correndo o risco de ficar estrábico), e o Mario vai te deitar na porrada!
  • Bob-omb Battlefield - Um campo cheio de bombas comunistas que estão em guerra contra bombas neo-nazistas conflito no qual Mario intervirá para obter estrelas como bem entender. O exército de bombas neo-nazistas possui canhões, algumas armas aliadas, um cachorro robótico e um melão mutante pintado de preto que possui uma coroa e mãos. Há também uma tartaruga psicopata que lhe dá uma estrela se você vencê-lo em uma maratona em direção à casa do melão mutante pintado de preto com coroa e mãos.
  • Whomp's Fortress - O segundo mundo já é infernizante ao exigir constante precisão do jogador com aquele controle tosco do N64 para atravessar pontes incrivelmente estreitas. O mundo é marcado pela presença dos Whomps, que são uns pedaço de meio-fio gigantes que tem como principal passatempo esmagar o Mario.
  • Jolly Roger Bay - Aquela fase da água na qual o Mario se vê impelido a enfrentar uma enguia gigante com deficiência motora. Como toda fase da água, é uma porra de ficar mergulhando nela e administrando o oxigênio.
  • Cool, Cool Mountain - Rara fase de montanha onde você começa no topo da montanha, nesse mundo Mario tem que ganhar um campeonato de esqui, sequestrar filhotes de pinguim e fazer um boneco de neve morrer.
  • Big Boo's Haunt - Local de música tenebrosa repleto de fantasmas medonhos, livros mal assombrados e um piano possuído pelo capeta, é o mais perto que um console Nintendo 64 chegou de um Silent Hill em termos de fase atormentante.
  • Hazy Maze Cave - Cavernas subterrâneas tão labirínticas que é a única fase com um mapa. É um ambiente hostil cheio de aranhas que fazem jamboree, morcegos, pedófilos e diversos monstros que tentarão levá-lo ao submundo. Entre suas areas encontra-se o Barney, bolas gigantes de merda e um labirinto de gás tóxico, que são os peidos da Princesa Peach.
  • Lethal Lava Land - Uma área descampada cheia de lava que testa a percepção de profundidade do jogador pois muitas vezes você vai estar pulando "para frente" para a plataforma seguinte, mas na verdade não estará alinhado e vai ter pulado é direto no fogo.
  • Shifting Sand Land - Um deserto cheio de areia movediça, um urubu safado ladrão e uma pirâmide no meio cheia de mais areia movediça e um chefão que são duas mãos gigantes (as franquias da Nintendo gostam de monstros que são mãos gigantes).
  • Dire, Dire Docks - Um tanque gigante onde está o submarino do Bowser, ninguém entendeu porque Bowser deixou o submarino ali, afinal ele está trancado nesse galpão lacrado sem saída para o mar. Por isso não vemos o Bowser utilizado submarino em nenhum jogo da série.
Mario, voando pelos céu colorido após uma leve dose de Cogumelos Alucinógenos.
  • Snowman's Land - Outra fase do gelo, essa com o diferencial de ter um boneco de neve gigante que te assopra pra longe e uns sapos aparentemente perdidos de seu habitat natural porque ali não é nenhuma floresta tropical.
  • Wet-Dry World - Ambiente no qual o jogador deve encontrar botões para regular a profundidade da água na fase inteira, secando ou alagando a fase inteira. É aceito por muitos como o mundo mais chato.
  • Tall, Tall Mountain - É o lar do macaco filho da puta que rouba seu chapéu, é uma montanha cheia de buracos infinitos que vão desafiar o jogador e realizar todos os pulos possíveis do Mario.
  • Tiny-Huge Island - Mundo no qual se entra no cano para virar um gigante destruidor ou um minúsculo, é só mais uma fase onde haverão muitas mortes de queda no abismo.
  • Tick Tock Clock - Mundo que dependendo da hora marcada no relógio pode estar alucinado de movimentado ou parado como um funeral. Ficar esperando aqueles ponteiros e molas chegarem para caminhar por cima é o que mais irrita a paciência dos jogadores.
  • Rainbow Ride - Mundo em que Mario deve seguir num tapete voador. Se o principal inimigo do jogo que realmente mata o Mario é o buraco infinito, o que dizer de uma fase que é inteira um buraco infinito? Obviamente é a última fase do jogo.
  • Easter Eggs - Se você conseguir todas as 120 estrelinhas, pode destravar mais 69 outras, e se consegui-las, você destrava o Mario verde que está escondido no topo do castelo! Fora isso, só o Yoshi e umas vidas estarão lá. Na verdade, já está todo mundo careca de saber que não existe porra nenhuma de Luigi nesse jogo, mas sempre tem um otário que duvida. Além disso, Mario pode dançar break, se você apertar Zê+R2+D2+C3+PO Escape-Meta-Alt-Control-Shift-e Shirt.

Enredo[editar]

Em sua aventura Mario terá que enfrentar inúmeros inimigos medonhos.

A princesa Peach se cansou de ver como os olhos de Mario estavam gradualmente apodrecendo de tanto vício em drogas e decidiu cortar sua cabeça e colocá-la na tela de introdução do Super Mario 64 para que os jogadores pudessem descarregar seu ódio puxando as bochechas, nariz, testa, cabelo, queixo e tudo mais, torturando completamente a cabeça decepada de Mario.

Numa outra realidade, Mario, o famoso encanador italiano, é chamado para desentupir o esgoto do castelo da Princesa Peach. Sim, é um serviço sujo, mas alguém tem que fazê-lo. Após realizar sua tarefa, Mario percebe que a princesa não está ali para pagar pelo serviço, sendo que por telefone ela havia aceitado o orçamento de 99,90 coins e um "bolo". Assim, todo fedendo a merda Mario parte para uma jornada através do castelo (que é grande pra caralho) para encontrar a caloteira. É verdade que havia toda uma intenção inicial de se fazer um pique-nique romântico com a princesa gostosa, mas qualquer clima de romance logo desaparece quando uma tartaruga de óculos voando sobre uma nuvem com uma câmera de vídeo pendurada numa vara de pescar seguindo Mario com preocupação não desgruda dali e ainda dá uma palestra sobre o mito da caverna de Platão, uma conversa tão longa que Bowser, o rei dos Koopas, tem tempo para sequestrar a princesa, reformar o interior do castelo e prender trabalhadores preguiçosos nos quadros das paredes que são de uma tecnologia patenteada para criar portais interdimensionais entre mundos e camuflá-los em grandes quadros.

Ao longo do caminho para encontrar a caloteira, Mario pode aproveita os mundos que visita para "brincar" com os Cogumelos Alucinógenos que encontra, e para catar as estrelinhas que estão espalhadas por ali no terreno da esquina.

Depois de Mario matar o filho da puta Bowser lá no topo do castelo, Mario ganha asas no cocuruto e começa a voar por aí (vai ver morreu de susto ao ver o Bowser desaparecer coberto em purpurina). Ao chegar na frente do castelo da princesa Bitch, Mario perde as asas do cocuruto e vê uma estrela com 2 olhos (talvez ele tenha exagerado nos cogumelos?) a flutuar no céu, e dessa estrelinha piquinininha aparece a Princesa Peach dormindo de pé. Ao pousar no chão, ela abre os olhos e percebe que dormiu demais. Mario então pensa: "Por fim ela poderá pagar-me um boquetão 99,90 coins com juros altíssimos pela corrida que fiz pelo castelo todo pra isso". Mas quando ia pedir o pagamento, a Princesa pede a ele que a perdoe por não poder pagá-lo tal quantia, e como o Mario é um escravoceta gado da princesa, ele aceita as desculpas após apenas tomar apenas um beijo no narigão de recompensa, querendo também comer o bolo da princesa.

Cquote1.svg OH NÃO!! Esqueci o bolo no forno!!! Cquote2.svg
Peach sobre o bolo

Cquote1.svg MAMA F***ER!! Cquote2.svg
Mario sobre Peach

Recepção[editar]

Super Mario 64 foi o jogo mais aclamado de sua época aceito pelos fãs de Super Mario como o melhor jogo de todos os tempos (igual eles falam a mesma coisa do Super Mario Bros., do Super Mario World, do Super Mario Odyssey, etc). O jogo rivalizou com Campeonato Brasileiro 96 e Sonic 3D Blast. As revistas oficiais da Nintendo deram a Super Mario 64 uma nota de 64/10, e quando lançaram o Super Mario 64 DS deram uma nota de 64DS/10. A avaliação mais entusiasmada foi de 10/0 da Nintendo Power que causou a implosão da aritmética mundial.

Mas o jogo também recebeu diversas críticas negativas, sobretudo o fato de ser impossível controlar o Mario naquele controle bosta do N64, afinal ninguém tem três mãos. Outras reclamações enfatizavam a ausência de tripas e vísceras após a morte dos Goombas, cujos cadáveres, em vez de serem terrivelmente espancados pelo encanador, simplesmente desaparecem numa fumaça sem graça. Havendo críticas também acerca da ausência de camponeses inocentes para serem torturados.

Os fãs de RPG também reclamaram bastante sobre o baixo número de personagens presentes, o que não permitia a elaboração de fanfics, nem mesmo um conto yaoi, bem como a pouca expressividade facial de Mario, que, além de ser dotado de um corte e uma cor de cabelo excessivamente normal, não parava a cada três segundos para elaborar monólogos sobre amor, coragem e honra... aliás, em momento nenhum do jogo faz qualquer monólogo sobre algum assunto construtivo.