Talespin

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
McdonaldsAmerica.jpg God Ble$$ De$ciclopédia!!

Este artigo é gringo! Ele usa eletrônicos da Apple, tem um Chrysler poluidor, não joga futebol e acha que é privilegiado..


A90.jpg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 90's!
Provavelmente ele se refere a coisas daquela época, tais como Mamonas Assassinas, Super Nintendo e Banheira do Gugu.

PeterFurryGabriel.jpg Este artigo foi escrito por furries!!

Por isso, é possível que ele contenha referências a raposinhas, Pokémons ou até mesmo Ursinhos Carinhosos sendo sodomizados por cavalos. Caso você tenha medo de furries, arme-se com um lança-chamas e NÃO leia a pagina abaixo.

 

Cena do último episódio, onde Balu finalmente cria coragem e pede Rebecca em casamento.

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Meatspin? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Talespin
Cquote1.png Eu seria perfeito como protagonista! A série tem tudo a ver comigo! Cquote2.png
Capitão Boing sobre Talespin.
Cquote1.png Me abandonou por uma ursa! Cquote2.png
Mogli sobre Talespin.
Cquote1.png Hmm, solteira... É minha!! Cquote2.png
Balu sobre Becky.
Cquote1.png Calado, viado! Ela é minha! Cquote2.png
Shere Khan sobre Becky.
Cquote1.png Tem mais espaço? Cquote2.png
Rei Louie sobre Becky.

Talespin (ou simplesmente, Esquadrão Parafuso, apesar de não ter nenhum parafuso atuando no desenho), é um desenho da Disney que apela ao comunismo e ao mesmo tempo, o capitalismo. Também abriga desempregados do filme O Livro da Selva.

Descrição[editar]

Balu e seus amigos vivem num mundo Pós-guerra, onde já não há mais o Adolfinho pra causar o terror, mas sim, seus discípulos piratas comunistas aéreos, que vivem a todo custo roubar as entregas da empresa de Balu e Cia, acabar com a cidade de Crepe Suzette Cabo Suzette e roubar as mulheres de lá para entretenimento próprio, mas que falham sempre por serem burros ter uma defesa anti-aérea.

Personagens[editar]

Molly tentando um sexo frustado com Kiko.
  • Balu: O principal dessa joça. Balu antes vivia com Mogli, o menino lobo, onde ele ensinava a Mogli tudo pra ser um lobo, e o estuprava nas horas vagas. Quando o filme acabou, todos os personagens já estavam desempregados, até que uma tal de Rebecca o contratou pra sua nova empresa de aviões. Ele só aceitou o emprego por saber que sua chefe é solteira e ele podia dar pra que seu salário aumentasse. No desenho, Balu usa um chapéu, pra bancar o Indiana Jones, e uma jaqueta, mas não insiste em colocar umas calças, pois ele ouviu do seu amigo Donald que ficar sem calças é mais confortável e o bilau fica agradecido.
  • Kiko Chuta as nuvens: É o filho adotado de Balu, já que Rebecca não queria ter um filho de jeito nenhum. Foi encontrado como um escravo pelos piratas-comunistas-aéreos, abandonado, e estuprado até o limite. Balu sentiu pena e o adotou. Sempre se acha o fodão, só porque pilota avião melhor que o pai, não tem medo de nada, e come todas.
  • Rebecca Cunningham, ou então Becky: é a chefa do Balu. Foi abandonada pelo marido, que deu chifre nela, e então ela resolveu fundar a companhia "Me Chame para Voar", onde conheceu seu atual marido, Balu. Como todo casal, os dois tem umas briguinhas, pelo fato de Balu as vezes não se comformar de fazer tudo o que ela manda.
  • Molly Cunningham: A filha de Rebecca, vinda de uma rapidinha com ela e Balu seu ex. Já sente interesse pelo Kiko (não o do Chaves), e sempre vai em suas aventuras, ao lado de Balu, pra ver ele aceita come-la, mas sempre é recebida com um não, embora ela não desiste nunca.
  • Damião: É um completo vagabundo besta que tem que consertar o avião de Balu. Sempre querendo bancar o engraçadão, Damião é um completo retardado, que não sabe consertar um simples rádio, e tem como companheira, Betty, que adora brincar com ele.
  • Rei Louie: Um amigo do Balu que imigrou ilegalmente de O livro da Selva. Ele vive feito um vagabundo, em sua Taverna, onde mais vagabundos vem como ponto de encontro de suas bebedeiras. Sempre quer as putas, dinheiro, e outras coisas de Balu, apesar dele ser um completo fracassado (que nem o Balu).
  • Shere Khan: Um tigre capitalista dono das Industrias Khan, imigrante também do Livro da Selva, onde agora virou o vilão. Como todo bom capitalista, Shere só pensa em dinheiro e poder, não dando valor a seus empregados. Entre suas características mais marcantes, está o fato de sempre falar de forma tranquila e pausadamente, além de jamais demonstrar emoções como preocupação mesmo nas situações mais adversas.
  • Don Karnage: O líder do grupo de piratas comunistas aéreos. Karnage sempre tenta roubar as entregas da empresa de Balu, mas sempre se fode. Ninguém sabe o que diabo é isso, se é um chacal, raposa, coiote ou mesmo com um lobo.

Episódios banidos[editar]

Devido a isso tudo, a Disney começou um longo preconceito com os ursos.

São dois suspeitos de terem sido produzidos pelo Bin laden, que levaram um BAN dos Moderadores Malvados, um temporariamente e o outro permanentemente.

  • Last Horizons - O primeiro episódio. Foi banido fazer esteriótipos dos caras lá do outro lado do mundo. O vilão do episódio é um imperador panda (lembrando que pandas são chineses) chamado Wan Lo, que vivia em uma nação fictícia chamada "Panda-La", que leva Balu para seu país a fim de implantar bombas e fazer ataques terroristas a Cabo Suzette. Os pandas usavam mísseis detectores de calor para conduzir seus ataques. Balu usa um enorme carregamento de sorvete para desviar os sensores dos mísseis antes de fazer o ataque final. O motivo do Ban foi por fazer referências ao Pearl Harbor, o dia em que os japas ficaram loucos, e os Americanos os chamaram de terroristas (sendo que na verdade, esses caras merecem esse título). O episódio foi exibido normalmente no Brasil, devido ao preconceitos geral aos japinhas.
  • Flying Dupes - O último episódio Foi banido, e nunca mais seria exibido por dez anos, apesar da cagada que o Disney Channel fez em exibi-lo de novo. O motivo foi por o episódio ter sido feito entre uma parceria entre Disney e Bin laden, que mesmo assim foi ao ar em países que adoram terrorismo, como Canadá e Alemanha. Esse não foi exibido no Brasil, pra não transformar os brasileiros em futuros Bin ladens (se bem que em breve, já teria alguém pra fazer isso). O enredo desse episódio gira em torno de Balu, encarregado de entregar um presente, um relógio cuco, para o integrante de mais alta patente da nação fictícia Têmbria, a mando do Cabo Suzette. Depois, durante o episódio, Balu descobre que na verdade, está para entregar uma bomba, que iniciaria uma guerra entre Têmbria e Cabo Suzette, gerando uma corrida armamentista entre as nações.

Curiosidades[editar]

  • Capitão Boing, depois de ser demitido de Duck Tales, chegou primeiro em Talespin, onde queria pilotar um avião, mas disputou o lugar com Balu. Houve uma briga feia, até que: BALU WINS!!!. Então, anos depois, Bóing foi contratado por Darkwing Duck.
  • O dublador brasileiro Márcio Raul Seixas inventou uma frase, na verdade dita por espanhóis, "piquitito" para se referir a Kiko Chutanuvens.
  • Sem muita criatividade, O episódio número 38, chamado "The Time Bandit" teve seu enredo reciclado de um episódio da série DuckTales chamado "Allowance Day", que foi ao ar oito anos antes.

Ver também[editar]

v d e h