The Legend of Dragoon

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg The Legend of Dragoon é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, o Pac-Man come mais alguns fantasmas.

A Legenda do Dragão
Thelegendofdragoonplay.jpg

Capa de um dos CDs

Informações
Desenvolvedor SCE Japan Studio
Publicador Sony
Ano 1999
Gênero RPG
Plataformas PS1
Avaliação Double Slash / More and More
Idade para jogar T de Teta

Cquote1.png Você quis dizer: The Legend of Final Fantasy VII Cquote2.png
Google sobre The Legend of Dragoon
Cquote1.png Experimente também: Panzer Dragoon Cquote2.png
Sugestão do Google para The Legend of Dragoon
Cquote1.png Eu sou bem melhor, hunf. Cquote2.png
Final Fantasy sobre The Legend of Dragoon
Cquote1.png Eu também... Cquote2.png
Chrono Cross sobre The Legend of Dragoon
Cquote1.png Eu gosto da Shana! Cquote2.png
Jogador Tarado sobre suas preferências


The Legend of Dragoon (A Legenda das Dragsos Dragoons) é um jogo de polystation playstation desenvolvido pela Sony em 1999 (e meio) que teve muito sucesso entre os nerds onanistas jogadores de RPG do período. Se passa em algum ano medieval porém segue o paradoxo dos jogos medievais, exibindo tecnologia avançada por todo o canto. Narra a história dos dragoons, humanos paranormais de uma geração qualquer em sua luta contra virages e outros bichos que querem matar, roubar e destruir.

História[editar]

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que eu comi sua mãe ontem, ou que Mack Hartford na verdade é um robô, ele só vira humano no final graças à Corona Aurora.

Spoiler3.jpg
Meru e sua roupa de trabalho na noite

Há muitos séculos atrás Soa, cansado de ser uma divindade solitária e sem parceiro para jogar truco, plantou uma semente em Endiness. Dela surgiu uma grande laranjeira que deu 108 morangos, de cada um saiu uma espécie. Tudo funcionava bem, até que os winglies dominaram os humanos (mesmo sendo menos numerosos)... e mataram muitas expécies, deixando outras em extinção. Houve uma guerra pois os humanos (liderados pelo Emperador Diaz) queriam liberdade, mas os winglies eram muito mais fortes e inteligentes, então para derrotá-los eles usaram os Dragões (aqueles bichos grandes e feios).

Os dragões dividiam seus poderes mágicos com alguns humanos, esses humanos eram os Dragoons, pessoas que do nada usavam armaduras coloridas e saiam voando por ai segurando suas armas e soltando combos additions.

Os humanos venceram mas só sobrou uma dragoon para contar a história, Rose, já que o resto foi devorado, esmagado ou morreu de alguma doença venéria.

11.721 anos e 5 semanas se passam e os poderes dragoons são ativados novamente, para impedir a ressucitação de Melbu Farma Frahma, líder wingle que não morreu direito.

Dragoons[editar]

Red-Eye Dragoons[editar]

Têm como base o elemento fogo

Zieg Feld[editar]

É o pai do Dart. Inicialmente, ele era noivo de Rose, de quem era colega no Dragon Campaign. Só que como ela não parava de falar em casamento, ele pedira ajuda ao malvado Melbu Frahma para que ele o transformasse em pedra temporariamente, só para fugir do compromisso. Rose deu seu amado como morto, e Zieg pensou que seu pesadelo havia chegado ao fim. De alguma forma muito mal explicada no jogo, ele envolve-se com Claire (a filha de Haschel) e tem um filho com ela. Rose descobre e sai a caça do semimorto, soltando fogo negro pelas ventas. Devido a sua fúria e destruição a Neet, aldeiazinha chinfrim onde Zieg morava com Claire e Dart, Rose ficou conhecida como The Black Monster.

Dart (Dart)[editar]

Só mais um personagem principal de RPG com o cabelo punk. Em determinada altura de sua vida, resolve dar uma de rebelde sem causa e sai a procura doBlack Monster, que matou seus pais há 18 anos. E tava viajando na maior vibe, lendo seu jornalzinho, quando o Feyrbrand, o dragão verdinho, resolve atacá-lo quando ele tava soltando aquele barro. Seus problemas de intestino preguiçoso desapareceram quando ele vira o monstro, e logo depois salvo por uma mulher. Depois descobre que a aldeia que ele morava, Seles, foi atacada por um bando de cavalos/tamanduás bandeiras com guerreiros seminus em cima deles. Depois de muito chamarem Dart de cagalhão e covarde, os aldeões contam que capturaram a Shana, levando-a para a Prisão de Hellena lugar onde o Manoel Carlos escreve suas novelas. Depois de inúmeros clichês, você apanhando para acertar os Addictions, e turnos e mais turnos de músicas repetitivas, como em Final Fantasy, Dart encontra Lavitz, um loirinho chato metido a lanceiro, que é cavaleiro de Basil, a serviço do rei Albert, e que incompetentemente fora parar em Hellena, tendo perdido a maior parte de seus homens. Dart e Lavitz recuperam a Shana, que se revela uma grande lutadora com um arco e flechas. Como qualquer jogo de RPG que preste, Dart vai conhecendo mais amiguinhos, e juntos eles irão embarcar em altas aventuras com uns dragões pra lá de divertidos!

White-Silver Dragoons[editar]

Shirley[editar]

Uma alma penada que fica vagando num templo cheio de baús engraçadinhos. Você irá encontrá-la quando Dart e os outros têm que salvar Shana mais mocinha em perigo do que a Saori. Fora isso, era mais uma amiga lesada de Rose, a qual muito confidenciou suas angústias pela fuga de Zieg da conversa de casamento.

Shana[editar]

Menage a trois?

Shana está para Legend of the Dragoon como Saori está para o Cavaleiros do Zodíaco. Ao todo ela é uma grande bostinha que toda hora desmaia, tropeça ou se sente mal. Para piorar, não tem como você dar uma Addiction com ela pelo simples fato dela ser uma arqueira. Suas magias de cura, quando se transforma em Dragoon, são até boazinhas, mas quando a coisa começa a melhorar, é a Miranda que assume seu lugar, enquanto a Shana passa a maior parte do terceiro cd dormindo.

Passa o jogo inteiro torrando o saco do Dart, dando a entender que é apaixonada por ele. Claro que como nem ele aguenta tanta doçura chatice em uma pessoa só, ele diz que a vê como uma irmãzinha caçula mudando de ideia quando se convence que há bem mais coisas que ele pode fazer com a Shana.

Futuramente descobrimos que ela é a Princesa Louvia, de Mille Sesseau, mesmo país onde Dart nascera, filho de Claire e Zieg, mortos por Rose, o Black Monster, que foi quem quis matá-la originalmente. Na realidade, não querendo admitir, Rose não aguentava mais ouvir a musiquinha que tocava toda a santa vez que a Shana dizia alguma coisa kawaii, até que descobriu que quem havia cantado a tal musiquinha fora Claire, a piriguete que havia roubado seu macho.

Ela é a Moon Child, a própria encarnação do demônio, que vem trazer o mal para o mundo, e por isso tem poderes "especiais", que na prática só servem para não deixá-la morrer e encher o saco na maior parte da história, com você tendo que salvá-la e se fudendo aumentando Level, aperfeiçoando combos e gastando altos ouros em armaduras.

  • Arma: Arco e flecha
  • Raça: Moon Child
  • Ídola: Yakumo

Miranda[editar]

Vulgo bico quadrado 44, Miranda é a personagem mais macho do jogo. Fora adotada pela Rainha Tereza, junto com mais três menininhas para todas formarem uma puteiro família.

Aparece na história chorando a morte da bezerra, porque uma de suas namoradas irmãs é levada para o mal caminho por Lloyd, que a manipula sexualmente.

Na prática, apesar de ostentar grande força, e se dizer a fodona, Miranda é tão fraca quanto Shana, se limitando ao poder de curinha, conseguindo arrancar pouca vida de seu adversário, já que ela, pasmem, também é uma arqueira, tirando o arco do cu para entrar em jornada com os nossos amiguinhos. Na realidade, Miranda era apaixonada por Rose, que é esbofeteada por Miranda no quarto cd, quando esta diz que mulheres não fazem o seu tipo.


Jade Dragoons[editar]

São os possuidores do Dragão Feyrbrand, elemento ar

Lavitz[editar]

Um Cavaleiro de Basil. É apenas um bebê idiota que ainda mora com a mamãe. Dizem as más línguas que nunca casara-se pelo fato de ter uma paixão platônica pelo reizinho Albert, a quem fez juras de amor eterno. Quando capturam seu princesa rei, Lavitz transforma-se num ventinho raivoso, descontrolando-se como a lacraia porque seu amor lhe fora roubado. Então descobre que Lloyd era o novo comedor de seu amor. Lavitz o ataca, e ele o mata com o sabre de luz Dragon Buster. Depois de muito xororô, principalmente da parte de Dart, que decepciona-se amorosamente com Lavitz, Albert resolve virar macho e oCUpar o seu lugar, deixando os jogadores loucos por não conseguirem acertar de primeira as Addictions, levando algum tempo para aperfeiçoar esta Arte.


Seu pai também era capacho cavaleiro, e morreu por ser traído pelo amante e melhor amigo (que o matou com uma faca de pão).


Albert[editar]

Quando Lavitz vai dar um alô pra Deus, Albert, o rei gay de Bazil, entra no seu lugar, dando um tom mais purpurinamente verde à história. Em vez de uma armadura, como Lavitz, Albert traja uma capa verde que ganhara de suas amigas durante uma passeata gay em Pelotas. Decide seguir o grupo de Dart para acabar com a guerra, na realidade de olho nos belos ombros fortes do rapaz.

Está em guerra com o seu titio Doel, que não consegue aceitar o fato de seu sobrinho de sexualidade duvidosa governar um reino, que é tarefa pra machos.

Depois da morte de Lavitz, Albert abandona seu reino e seus súditos no auge da guerra para ir em jornada com seus amiguinhos, inclusive tendo algum tempo para demonstrar a sua bissexualidade com a Princesa Emille, que a todo custo tentava transformá-lo em um macho alfa em sua jornada em Tiberoa.


Dark Dragoons[editar]

Rosinha Rose[editar]

Uma dos antigas Dragoons, tinha um romance com Zieg, pai de Dart, resolve acompanhar o grupo porque acha que eles lembram muito seus antigos amigos. A personagem obscura (não é para menos que seu elemento é "Trevas"), fala pouco, adora se encostar em algum canto e matar todo e qualquer tipo de monstro (às vezes pessoa) que encontra por aí. Ela é na verdade o Black Monster. Dizem as más línguas que Rose descobriu que Zieg encontrava-se vivinho da silva, depois de pregar uma peça fingindo ser uma pedra. Com raiva - e depois de tantos anos sendo enrolada e feita de idiota - Rose ataca o vilarejo em Mille Sesseau, onde Zieg vivia com outra. Mais uma vez Zieg fingiu estar morto só para não pagar pensão alimentícia para Dart, sobrevivente da fúria de uma mulher traída. Cientistas ainda tentam estudá-la para descobrir o segredo de sua juventude.

Violet Dragoons[editar]

Haschel[editar]

Da mesma terra do Darun, do Street Fighter, Haschel é um velho lutador de artes marciais, e amigo que Dart conhecera durante a sua jornada rebelde procurando o Black Monster.

Alega estar procurando a sua filha Claire há 20 anos, dando algumas pausas durante sua busca para ajudar Dragoons indefesos a derrotar bichinhos pra lá de malvados.

Como Legend of the Dragon fora escrito por Inés Rodena, descobre-se mais tarde que a GRANDE coincidencia da historia, que era o fato da mãe do Dart TAMBÉM se chamar Claire, não era apenas uma obra do acaso! Haschel era vovô do grande guerreiro Dart!

Entretanto, parando para pensar em tais imprevistos da vida, nos deparamos com alguns probleminhas básicos de enredo:

  • Se Claire tinha traços árabes como o pai, por que Dart era loiro de olho azul? (Onde está seu Quadro de Punnett agora?)
  • E se Haschel procura a Claire por 20 anos, e sabemos que Dart tem 23 anos, como pode a sua filha ter fugido em menos tempo que a idade do próprio filho?

Mistérios que somente Inés Rodena poderia explicar... Com isso só podemos chegar a uma conclusão: Dart viera do futuro!


Blue Sea Dragoons[editar]

Lenus[editar]

Namorada indesejada do Sephiloyd que sequestrou a Princesa Emille para ficar no lugar dela e roubar o Punhal da Lua pro seu "macho". Apesar de se passar por uma princesa, ela vive enchendo a cara e se esfregando com os guardas do palácio, levando o rei a desconfiar que ela era uma impostora e levá-la ao Casos de Família para tirar a dúvida. Dardo e os outros à desmascaram em público e a matam numa gruta isolada, onde sua armadura de Dragoon vai para a Meru (já que ela tambem é Wingle, mulher e se veste de azul, portanto é digna de usar a armadura).

  • Arma: Disco Giratório
  • Raça: Wingle
  • Ídolo: Faris

Meru[editar]

Assim como novela da Globo sempre tem o seu núcleo cômico chinelagem, Meru é o estereótipo da comediante-tagarela-seminua. Seu espírito entusiasmado e sua musiquinha tema são extremamente irritantes, não conseguindo, no entanto, superar os graus chatímetros alcançados pela Lullaby da Shana.

Fora encontrada por Dart e os outros enquanto se prostituía para três bandidos em Donau. Mais tarde, ofereceu-se para entrar em jornada com eles, mesmo todos tendo votado para que ela não viesse com eles. Shana foi a que mais protestou, pois Meru lhe ameaçava no posto da personagem mais chata do jogo, além desta querer também dar para Dart, usando-se de seus dotes de mulher da vida.

É uma personagem que não conseguimos levar a sério, deixando-a para escanteio, assim como os amiguinhos do próprio Legend of the Dragoon, que gostam de ignorá-la. Como o jogo é quase todo mudo, não temos o desprazer de ouvir a sua voz. ^^


Golden Dragoons[editar]

Kongol[editar]

Aquele personagem forte e lento, que sempre tem em RPGs. Kongol é o último dos gigantes Gigantos, quando Doel o salva, ele serve a ele contra Basil, mas depois que Dart e os outros ganham dele, e depois poupam sua vida, decide seguir o grupo porque acha que é o certo.

Virages[editar]

Virages são os animais com centenas de olhos e uma mão estranha que os Winglies mandaram para atacar de igual para igual os dragões dos humanos. São vários os que você enfrenta no jogo, geralmente estão fossilizados, mas quando Shana chega perto deles, eles acordam e a atacam.

Jogabilidade[editar]

No jogo você luta contra incríveis escorpiões! Que foi? Pensou que ia lutar contra dragões? lol!

O jogo traz o sistema de turnos de sempre, mas com uma novidade: as Additions. Elas nada mais são do que combos (não aqueles de 11meia lua Y, idiota), combinações de ataque.

Cada personagem tem um certo número de Additions (exceto Shana e Miranda, que só servem para curar), para realizar uma addition você precisa apertar o X quando o quadrado azul se alinhar com o quadrado do meio (ponha o amendoim no buraco do amendoim) , mas o inimigo não irá sempre ficar parado enquanto você abre as tripas dele, eles tentam contra-atacar, e quando isso acontecer, ao invés de X, aperte O, ou apanhe.

Gráficos[editar]

Gráficos de PS1 medianos, apesar de só nerds importarem pra gráficos gráficos não fazerem muita diferença. Alguns videos são mudos, e as legendas que passam neles são mais rapidas que traficantes fugindo do Capitão Nascimento e acabam por impedir você de apreciar a cena se tiver um inglês ruim.

Além disso, a falta de CGs(?) nos dois primeiros CD's acabam facilitando a vinda de vídeos com som cortado (os poucos com som) e mal acabados.

CD's[editar]

Como um bom RPG de PS1 que se preze, o jogo é dividido em CD's:

  • Cd 1 - A Guerra Serdiana (quase inútil na história principal).
  • Cd 2 - Sombra Platinada
  • Cd 3 - alma e destino
  • Cd 4 - Lua e destino

Você sabia que...[editar]

  • ...até hoje não fizeram a continuação desse jogo? Porque, Se é tão bom??
  • ...Haschel já morreu?
  • ...Dart veio do futuro na máquina construída por Bulma?
  • ...Albert toma banho com pétalas de rosa na banheira?
  • ...Zieg preferiu fingir-se de morto a casar com Rose?
  • ...Dabas é fã do Mc Hammer?
  • ...A menstruação de Rose dá origem ao Portal do Demônio?
  • ...os Winglies são uma cópia descarada dos elfos do Senhor dos Anéis?
  • ...Meru pode ficar muito entediada, mas não destrói o mundo por isso?
  • ...Kongol não sabe conjugar verbos?
  • ...Dart significa flecha?
  • ...Rose significa rosa?
  • ...e Shana não significa xana?
  • ...se Dragoon fosse traduzido seria algo como Dragãão?
  • ... Foda-se ( Eu que é jogar e jogar e jogar e jogar e jogar !!!! )