The Legend of Zelda: Four Swords Adventures

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg The Legend of Zelda: Four Swords Adventures é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, um pescador upa de level em Karamja.


The Legend of Zelda: Fours Dicks Adventures
The Legend of Zelda Four Swords Adventures´capa.jpg

Capa do jogo

Informações
Desenvolvedor Nintendo
Publicador Nintendo
Ano 2004
Gênero puzzle
Plataformas Super Nintendo
Avaliação 7/10
Idade para jogar É necessário ter amigos

Cquote1.png Um Zelda multiplayer ainda será lançado Cquote2.png
Nostradamus quando foi desacreditado em 1999

The Legend of Zelda: Four Swords Adventures é mais uma dentre tantas insanidade da Nintendo, um jogo da série Zelda feito exclusivamente para sugar dinheiro de fãs a todo custo, desenvolvido exclusivamente para um console que ninguém tem ou teve, o Gamecube, por isso considerado o Zelda menos jogado de todos os tempos (ainda é requerido ter amigos de verdade, aí fica ainda mais difícil jogar o negócio). A Nintendo orgulhou-se do título porque agora você precisa ter apenas 1 GameCube (ao invés de quatro Game Boy Advance requeridos para o Fours Swords original), muito embora cada controle de GameCube custe o preço de um GBA e 1 GameCube custasse o preço de mais outros quatro GBAs somados e o preço de um disquinho de Four Swords Adventures custasse o valor de 4 cartuchos de Fours Swords somados.

Produção[editar]

Após o forçado sucesso de Wind Waker, jogo que ninguém realmente gostou mas que elogiou só por ser Zelda, a Nintendo convenceu-se que deveria fazer mais para arruinar ainda mais a sua segunda principal franquia. Aproveitando também o suposto sucesso, embora não cientificamente comprovado, de The Legend of Zelda: A Link to the Past & Four Swords, a ideia era fazer uma espécie de remake que misturasse esses dois jogos anteriores da franquia, para que o resultado fosse algo o mais genérico possível, uma mistura de A Link to the Past com animações de Wind Waker para ser jogado na companhia de mais três amigos que cooperam e lutam em várias dungeons. Sim, é isso que você ouviu, o jogador precisa ter três amigos reais.

Jogabilidade[editar]

O maior desafio que Four Swords Adventures oferece já começa antes do jogador sequer comprar o jogo, pois ele precisava primeiro fazer 3 amigos, o que não é nada fácil levando-se em consideração que estamos falando de um gamer fã da Nintendo. Uma pessoa que se masturba para Pokémon não tem vocação para fazer amizades no mundo real, mas a Nintendo decidiu lançar o jogo mesmo assim, esperançosa que incentivaria seus fãs a tentarem achar amigos, mas a ideia fracassou miseravelmente, pois após apanharem na escola, o fã de Zelda ficava é ainda mais deprimido em sua solidão lastimável e abandonava o GameCube. Teoricamente, todavia, se o jogador achasse três amigos, só hipoteticamente, ele poderia, teoricamente falando, jogar o modo Hyrulean Adventure que é tipo o modo história, mas é claro que isso é só em teoria, essas pessoas não tem amigos e nem dinheiro pra comprar tanto controle de GameCube.

Para os mais competitivos há o modo Shadow Battle, onde as amizades podem ser desfeitas em minigames infinitos onde o objetivo é matar o amigo das formas mais variadas e criativas possíveis, irritando-o até a amizade acabar e esse jogo poder ser esquecido.

Há uma lenda urbana de que existe um terceiro modo chamado Navi Trackers, mas como é necessário ter quatro fucking GBAs e 4 cabos, a existência desse modo nunca pode ser comprovada, porque ninguém tem tanta disposição assim.

O jogo, aliás, é o único com conectividade com Game Boy Advance, justificando a existência do Nintendo BDSM Whip, existente apenas para esse Zelda, e para amarrar bandidos caso for necessário.

Enredo[editar]

Links munidos com os seus dildos em riste, prontos para a orgia.

Era um dia pacífico e pacato como qualquer outro no tedioso mundo de Hyrule, mas exatamente por isso certa noite a Princesa Zelda estava com o maior tédio e decidiu chamar seis putas para participar de uma imensa suruba, mas como ela não é lésbica, Link também foi convidado para sofrer um gang bang invertido. Como sete garotas para um só elfo, que nem é tão bem dotado assim, era muita coisa, antes da orgia começar elas pediram para Link tentava entrar no templo do palácio para pegar a Four Dildo, um brinquedo sexual cujos poderes mágicos quadruplicariam o tamanho do pênis de Link, e assim ele poderia realmente agregar à orgia, mas é claro que essa diversão nem pode ser iniciada, pois antes de recuperar o Dildo sagrado, o Shadow Link aparece completamente revoltado por não ter sido convidado para a orgia e sequestra as 6 putas. Como ele não havia sido convidado justamente por não possuir um pinto, não pode fazer nada com as putas sequestradas, fez isso apenas pára ser estraga-prazeres mesmo.

O Link das sombras estava ainda sob comando de Vaati, rei dos emos, que também estava todo tristinho por não ter sido convidado para a orgia, por acharem que ele é homossexual, e assim ele sequestra a Princesa Zelda para provar a sua macheza. O dono do puteiro não gosta nada disso e implora para que Link resgate as suas biscates, e assim mais uma grande aventura começa.

Quando Link puxa o consolo sagrado do pedestal, ao invés de quadruplicar o seu pênis, ele acaba é se transformando em quatro Links cada um com 1/4 do tamanho do pênis original, cada um com 1/4 de cérebro também, e cada um com uma personalidade diferente (só se você tiver 3 amigos com personalidades diferentes, senãos erão iguais).

Antes de ir resgatar as putas, Link ainda precisa salvar quatro go-go-boys fantasiados de cavaleiros (os Knights of Hyrule) porque eles possuem 4 plugs anais, o único modo de acessar o puteiro chamado Palace of Winds (Palácio das Novinhas).

Depois de resgatar as seis putas, matar o rei dos emos e castrar o Link impostor, eis que se descobre o verdadeiro vilão por trás dessa sacanagem toda, um porco obeso tarado, o Ganondorf, que se apoderou de um trildente (fusão de tridente com dildo) e queria participar da orgia com o seu novo brinquedo sexual. Mas no final ele acaba tomando porrada e morrendo também.

Personagens[editar]

Link rosa, o mais amigável dentre os miguxos.
  • Link verde - O original, o link verdadeiro e exclusivo com a sua familiar túnica verde trivial, ele é aquele que teoricamente deveria liderar o grupo, mas como os outros 3 são seus amigos palermas, provavelmente ninguém vai te escutar e muito menos obedecer.
  • Link vermelho - A personalidade irritadiça do Link que decidiu se vestir de militante do MST para deixar bem claro que ele é completamente vândalo, feroz e com sede no sangue pelos seus ideais de que é legítimo depredar o patrimônio dos outros por um bem maior que seria a reforma agrária. Tão feroz por sangue que na fila do caixa eletrônica ele nunca aguarda sua vez, socando as velhas na frente dele para usar logo o dispositivo.
  • Link azul - A personalidade preguiçosa e despreocupada de Link que se manisfesta na forma de um pijama azul. Ele passa a maior parte do tempo batendo punheta, sendo muito apático para salvar a princesa Zelda, preferindo dormir.
  • Link rosa - A versão gay do Link. Gracioso, doce e afetuoso, é o mascote do grupo e aquele que fornece indicações úteis para a continuação da aventura. Sua arma favorita é a Fire Rod (pica de fogo). Sem ele o grupo seria menos unido (ou provavelmente nem existiria).
  • Princesa Zelda - A biscate de sempre, idealizadora da orgia com as seis putas que acabam sequestradas e gera a confusão toda que Link precisa ir resolver.
  • Vaati - Neste jogo não é possível saber o que Vaati é, pois ele se assemelha apenas a uma boceta voadora, mas sabemos que ele é o rei dos emos e sente-se excluído por causa de sua depressão. Cruel e implacável, assim que surgir ele imediatamente sequestrará Zelda, mas não conseguirá comê-la por sofrer de disfunção erétil.
  • Ganon - O vilão por trás de toda a treta, como sempre, como andou assistindo muito hentai de orcs abusando de elfas, ele decidiu manter nesse jogo a sua forma de porco obeso, para dar um toque ainda mais grotesco quando ele revela que sequestrou as seis putas e a Zelda justamente para fins sexuais. Claro que acaba morto no final.