União Cortadora de Cana Ridícula Bixarense

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


União Agrícola Barbarense Futebol Clube
UniaoABarbarenseFC.png
Brasão
Hino "Bragantino, quer dizer... União Barbarense"
Nome Oficial União Cortadora de Cana Ridícula Bixarense
Origem link={{{3}}} São Paulo Santa Bárbara d'Oeste
Apelidos Leão do PT, Leoninos,
Torcedores Babuínos
Torcidas Leoas Barabarenses
Fatos Inúteis
Mascote Leoa
Torcedor Ilustre César Cielo
Estádio Antonio Nunes
Capacidade 15 bobos
Sede Santa Bárbara f'udoeste; Sítio do Jacinto Leite Aquino Rego, 51
Presidente Mario do armário
Coisas do Time
Treinador Zé Goiaba
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png Xuxu e as Alfaces
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png Diego REtardelli
Patrocinador Homer
Time
Material Esportivo Lago
Liga Campeonato Paulista Série Z
Divisão 69
Títulos Brasileirão 2004 - Série C
Ranking Nacional 63°
Uniformes Uniforme botafogo.jpg



União Agrícola Barbarense Futebol Clube, apesar do nome de companhia de produção de cana-de-açúcar, é um clube de futebol rebaixadão de Santa Bárbara d'Oeste. Atualmente disputa a série Z do Campeonato Paulista de Futebol.

Possui rivalidade com o Rio Branco de Americana. Seus jogos são marcados por muita tensão entre os times e, principalmente, entre as torcidas, não sendo incomum a ocorrência de conflitos entre os torcedores com verdadeiras brigas campais entre os 17 torcedores totais que compõem a torcida de ambos os times.

Por ser uma equipe mal estruturada, não tem as mínimas condições de disputar mais de uma competição por ano, devido ao fato de não poder pagar os jogadores por mais de 4 meses, por opta pela Série A2 ou pela Série A3 do Paulistão.

História[editar]

Fundação[editar]

Tudo começou no dia 22 de novembro de 1914, quando surgia o Açúcar União Foot-Ball Club. O nome permaneceria até 1918, quando seria alterado para Athlético Barbarense Foot-Ball Club, e um ano mais tarde Sport Club Athlético Barbarense.

Em 1920, a equipe se fode funde com o 7 de Setembro da Fazenda São Pedro, e mais uma vez tem seu nome mudado para Sport Club União Agrícola Barbarense, nome esse que também não permaneceria por muito tempo. Alguns meses depois, o dono do time compra várias terras em Santa Bárbara d'Oeste e a equipe recebe o nome que ostenta até hoje: União Agrícola Barbarense Futebol Clube, de maneira que o time em apenas 6 anos tem mais mudanças de nome do que títulos em 100 anos de história.

Campeonato Paulista de 1999 à 2005[editar]

Ao chegar na Série A1 do Paulista de 1999, o União Barbarense começa sua trajetória para tentar igualar o rival Rio Branco e seu recorde de 300 anos na Série A1 sem nunca vencê-la. Por sofríveis 7 anos o União Barbarense deu pistas de que talvez conseguisse atingir tal feito, mas rebaixou no estadual no ano de 2005 porque ninguém gostava de perder para o União Barbarense, afinal, todo time que porventura perdia para um time estranho chamado "União Agrícola Barbarense" era imediatamente, e com toda razão do mundo, vítima de chacota homérica, de maneira que para evitar isso, todos os times do Paulistão de 2005 venceram o pobre União Barbarense.


Série C de 2004[editar]

Num torneio com 60 times, dentre eles 2 profissionais, 4 semi-amadores, 10 amadores e or estante times peladeiros de fim-de-semana, o União Barbarense conquista o troféu da Série C de 2004, algo que para qualquer clube médio-pra-baixo seria uma vergonha, mas que para o União Barbarense é um grande orgulho.

Série B de 2005[editar]

O ano de 2005 foi de muita desilusão para o União Barbarense, não satisfeito com o rebaixamento no campeonato estadual, com a 17ª colocação, e na Serie B do brasileirão, divisão mais alta que o clube já alcançou e feito que é tratado como título pelo mesmo, o timinho terminou na 20ª colocação, também sendo rebaixado e já está bom demais.

Temporadas 2006-2012[editar]

Transtornado por não conseguir subir pra série B do brasileirão e nem pra Série A1 do Paulistinha, em 2007, empenhado em retornar para o amadorismo, o timeco deu um outro tropeço, sendo rebaixado miserávelmente para Serie A3, o timeco só voltaria para a A2 em 2009.

por algum motivo bizarro a situação mudou em 2008, quando fez uma campanha razoável na primeira fase da Série A3, ficou em segundo e avançou na competição. Depois, nas semifinais, ficou novamente em 2º lugar no Grupo 03, com a mesma pontuação do VARmengo fake (14 pontos), e conseguiu o acesso à Série A2, desistindo de voltar pra várzea e o amadorismo.

Em 2011, Ano em que não foi rebaixado ao seu campeonato favorito, a série A3 do Paulistão, graças ao São Bento que conseguiu perder em casa para o Red Bull.

Após sua volta para a A2, o timeco se manteve perseguindo uma vaga para a A1, até em 2012, passando com a oitava e última vaga para a fase 2 da competição, o União finalmente retornava para a elite do Paulistinha, terminando com a segunda colocação do torneio, com o sonho de ter mais vice que o vasco, perdendo a final apenas para o São Bernardo FC.

Série A1 2013[editar]

O timinho de Santa Bárbara d'Oeste retornou apenas de passagem na A1, ficou em 18° Lugar e foi mandado de volta ao seu lugar favorito, a série A2.

Temporadas de 2014-presente[editar]

Transtornado em ter sido rebaixado pra série A2 em 2013, E a partir daí, só ficou empenhado em retornar para a várzea e o amadorismo, em 2017 segurou a lanterninha da A2, achou que era impossível decair mais? Achou errado, logo em 2018 foi rebaixado miserávelmente da Serie A3 para a chamada "Segunda Divisão", que é a última divisão do Paulistinha, literalmente o fundo do poço, onde está até hoje.

Em maio de 2017, durante "Os Donos Da Bola", Craque Neto interrompeu o programa para ler a notícia que denunciava a decadência do clube, que ainda estava na A2. Na notícia que o comentarista lia, era denunciada a situação precária pela qual o clube passava, pois com uma decadência meteórica, os jogadores estavam sem receber salários, sempre se lamentando por viajar para os jogos apenas no dia do jogo, e dormir no chão do ônibus. A notícia incluía uma foto dos jogadores esticados entre os bancos do ônibus, no assoalho, onde estavam dormindo.

A União Barbarense felizmente hoje se encontra no pior nível do futebol Paulista, com problemas estruturais que rodaram o país faz anos, a situação, felizmente ainda não melhorou, pois ele retornou para a várzea e o amadorismo. O timinho tenta na maior cara de pau inspirar em seus momentos de glória, por exemplo, quando por algum milagre se tornou o melhor time do interior do estado, em 1999 ou quando se tornou campeão nacional, vencendo a Série C de 2004. Vale dizer que o timeco revelou grandes jogadores, como Oscar (antes de jogar pelos Bambis, o atleta fazia parte da base do clube de Santa Bárbara), Diego REtardelli, Bruno César, entre outros, eles também detêm a proeza de cair de divisão ininterruptamente desde sua fundação, feito raro para clubes do interior paulista, onde o futebol, infelizmente é muito instável...

Títulos[editar]

  • Campeonato Brasileiro – Série C - 2004
  • Campeonato Paulistinha do Interior - 1999
  • Paulistinha da Série A2 - 1998
  • Paulistinha da Série A3 - 1967
  • Liga Barbarense de Futebol - 2004
  • Taça Cidade de Santa Bárbara - 1957, 1961 e 1963